Artista brasileira resume o cotidiano de um casal em imagens fofas!
12 de junho de 2018
Sistema de Bloqueio de Marketing é lançado na Assembleia Legislativa do Ceará
12 de junho de 2018

A semana começa com ótimas notícias para quem é empreendedor em Fortaleza, na área da economia criativa. Isto porque na última sexta-feira (08), o superintendente do Sebrae, Joaquim Cartaxo e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, assinaram uma parceria voltada para o desenvolvimento de ações de fomento do empreendedorismo nesta área. A assinatura ocorreu durante o encerramento do Seminário Distritos e Cidades Criativas, evento promovido pelo Observatório de Fortaleza, com o apoio do Sebrae e da FIEC.

De acordo com o superintendente do Sebrae, Joaquim Cartaxo, a parceria ente as duas instituições têm entre suas finalidades o apoio à candidatura do município de Fortaleza à rede de Cidades Criativas da Unesco. “O Sebrae e a Prefeitura de Fortaleza já vem desenvolvendo uma séria de ações conjuntas na área da economia criativa e temos uma série de outras iniciativas previstas como a realização da Conferência Nordestina de Economia Criativa e o Congresso Iberoamericano de Design e Artesanato”.

Durante a solenidade, o prefeito Roberto Cláudio também recebeu o Plano de Implantação do I Distrito de Economia Criativa de Fortaleza, elaborado durante os dois dias de atividades do Seminário Distritos e Cidades Criativas. A ideia do distrito é impulsionar o desenvolvimento econômico da Capital a partir da instalação gradativa de um perímetro composto pela Praia de Iracema, pelo Centro da Cidade e por um trecho do bairro Jacarecanga, onde empreendedores do ramo gastronômico, artesanal, audiovisual, dentre outros, poderão ofertar produtos e serviços.

A ação atende às diretrizes inerentes ao Plano Fortaleza 2040 e contemplará, ainda, os turistas que visitam a Capital a partir da exposição otimizada e estratégica do que se produz em todo o Estado do Ceará. Até o fim da atual gestão, em 2020, o Distrito Criativo Iracema será implantado. A realização de feiras de pequenos negócios, o fomento à criação e ao fortalecimento de incubadoras de empreendimentos criativos e a produção de informação sobre a Economia Criativa de Fortaleza acontecerão em paralelo.

“Este primeiro perímetro será cumprido até 2020. Uma outra parte será implantada até 2022. Outra, até 2040. Nós teremos ações que vão desde a indústria da confecção até a moda autoral com alto valor agregado, o artesanato, a gastronomia, o audiovisual, os games”, reforçou a diretora do Observatório de Fortaleza, Cláudia Leitão.

O prefeito Roberto Cláudio destacou a relevância da iniciativa, que deverá promover, sobretudo, a inclusão social e a redução de desigualdades. “As economias mundiais estão dinâmicas, voláteis e criativas. Há um trabalho muito exitoso que vem sendo realizado pelo Iplanfor. Vamos continuar valorizando a nossa própria identidade enquanto celeiro da economia, transformando tudo isso em produto e oferecendo dimensão econômica que inclua as pessoas. A grande motivação desse esforço tem que ser gerar economia criativa em escala, inclusiva, que dê oportunidades, sobretudo, às pessoas mais simples”, afirmou o Prefeito.

Nós do Hype torcemos para que a nova parceria se solidifique mais a cada dia e que possa trazer bons frutos e bons negócios para a capital cearense!

 

Fotos: Reprodução

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *