Novo papamóvel será ecológico
25 de junho de 2011
Bondinho de Ubajara volta a funcionar
27 de junho de 2011

Segurança virtual das crianças

Alcoolismo, pornografia, crimes e violência são alguns dos vilões que as crianças ficam expostas ao acessarem a Internet sem acompanhamento de um adulto ou sem explicações dos perigos que correm no meio virtual. A responsabilidade em garantir a proteção dos pequenos é dos pais, que devem ensinar como fazer uso da Rede sem colocar a segurança em risco. Fique de olho nas ameaças que existem na Intenet. Coloque a proteção do seu filho em primeiro lugar! O No Pátio preparou uma lista com 10 atitudes que os pais devem tomar quando o assunto é Internet.

1.Conheça bem as redes sociais que seu filho participa e as ferramentas que ele usa. Apenas dessa forma você vai saber dos perigos que existem.

2.No lugar de proibir o acesso as redes sociais, ensine seu filho a usa-las. Mostre o comportamento correto: não colocar fotos sensuais, não adicionar pessoas desconhecidas, ou marcar encontros, e não fornecer senhas

3.Instale o computador em uma área de movimento da casa, a sala é o local mais aconselhável. Dessa forma você fica de olho no que os pequenos fazem e ainda controla o tempo de acesso à Internet.

4.Nada de privacidade quando o assunto é acesso a sites de relacionamento! Tenha as senhas do Orkut, Facebook, Twitter e outros sites que seu filho tenha perfil.

5.Digite o nome do seu filho em site de buscas e vejo o que está relacionado a ele, quais as imagens e assuntos que aparecem.

6.Veja com freqüência o histórico de sites visitados e das conversas salvas no computador, assim você tem mais controle sobre os assuntos que interessam ao seu filho e o que ele discute na Internet.

7.Ensine aos seus filhos que no mundo virtual também existem crimes e perigos. Diga a eles a Internet tem o poder de disseminar conteúdos de forma muito rápida, mas nem sempre esses conteúdos agregam valores.

8.Nada melhor que contar com programas de filtro a seu favor! Eles permitem que você escolha o que seu filho pode ou não acessar.

9.Não pense duas vezes antes de conversar com seus filhos, caso encontre algum conteúdo suspeito. Explique sempre os riscos que eles correm e o que devem fazer de correto no mundo virtual.

10.Sempre que encontrar sites com conteúdos ilegais denuncie ao Ministério Público ou a Polícia Federal.

O acesso a Internet faz parte do cotidiano de crianças e jovens e a única saída para garantir o amparo e dar confiança aos filhos na hora de navegar em busca de conteúdos virtuais é a orientação dos pais. Ensine seu filho a usar a Rede como aliada e a ficar longe dos perigos oferecidos em sites impróprios. Educar é a melhor solução!

 

Foto: Reprodução

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *