Ceará registra nova queda em número de mortes violentas
8 de junho de 2016
Dica do dia – Sapatilhas Datelli no OFF Outlet!
8 de junho de 2016

Ninguém casa já pensando em se separar, não é verdade? Mas, nem todos os relacionamentos duram para sempre. E hoje, com a facilidade que é para fazer uma separação, muitos casais acabam se separando precocemente por falta de paciência e até de uma ajuda.

Se o seu relacionamento já não é mais o mesmo, as brigas são constantes e não existem mais os diálogos, se a convivência e o sexo já não são mais os mesmo, mas ainda assim existe amor na relação, por que optar de cara por uma solução tão drástica e sofrida como o divórcio?

Será-que-está-na-hora-de-fazer-terapia-de-casal1

Antes de se separar, que tal pensar e dar uma chance a mais para o amor de vocês e tentar uma terapia de casal? O profissional especializado no assunto não irá apontar quem está certo e quem está errado, ele será apenas um facilitador da comunicação para o casal, já que um diálogo aberto e sem brigas e acusações continua sendo a melhor forma de se resolver problemas.

A terapia depende muito do especialista. Ela não costuma seguir um método fechado. É possível que, inicialmente, a parte que teve a iniciativa de procurar o terapeuta, ou psicólogo, seja atendida primeiro ou que, eventualmente, uma das partes compareça sozinho. Pode ser também que o especialista prefira que o casal vá junto a todas as sessões.

Confira agora cinco sinais que indicam que está na hora de procurar sim uma terapia de casal:

Será-que-está-na-hora-de-fazer-terapia-de-casal2

Muita discussão e pouca conversa – Quando o casal vai deixando de se comunicar e passa a conversar apenas sobre o trivial e problemas da casa e dos filhos, e essa conversa sempre acaba se transformando em uma discussão já é um péssimo sinal. Quando elas vêm cheias de ofensas é ainda pior.

O casal já não faz mais programas juntos – Como as boas conversas e os papos leves já não existem mais, o casal evita ficar muito tempo a sós, às vezes até já pensando em evitar brigas. No caso de saídas em grupo ou em família, o casal evita ir junto para que não se perceba a falta de intimidade do casal e o clima tento e pesado que existe entre eles.

Será-que-está-na-hora-de-fazer-terapia-de-casal4

Sexo ruim ou falta de sexo – Com a falta de diálogo o casal perde muito da intimidade, e isso afeta na hora do sexo. No meio de tantas discussões, fica difícil ter desejo por alguém que só ofende ou ignora você. À medida que as discussões e brigas vão aumentando, um deixa de procurar o outro na cama e o sexo vai deixando de existir, e quando existe é um sexo automático, frio e sem qualidade.

Falta de planos a dois ou em família – Deixar de fazer planos de viagens, por exemplo, é um péssimo sinal. Por mais que os planos demorem ou nem cheguem a sair do papel, os planos a dois mostram que o casal ainda gosta da companhia do outro e se sente muito feliz fazendo programas em casal.Quando os planos são pensados somente nos filhos ou passam a ser individuais é hora de prestar mais atenção no seu relacionamento.

Será-que-está-na-hora-de-fazer-terapia-de-casal3

Colocar a culpa de tudo no outro – Quando você começa a achar que tudo é culpa do outro, que só ele está errado ou coloca defeito em tudo que o outro faz, é porque já tem coisa errada no relacionamento, em você mesmo ou nos dois.

Repare bem na questão da comunicação do casal, este é o ponto mais importante! Na grande maioria das vezes o problema não é nem o que falamos, mas sim como nós falamos, sendo assim, a mediação de um especialista pode fazer muita diferença para que a conversa entre o casal volte a existir de uma forma mais calma e leve.

A terapia irá lhe ajudar, e ajudar ao casal, a enxergar as coisas com mais clareza. Se um relacionamento de dois não está bem, como a culpa pode ser de um só?

Será-que-está-na-hora-de-fazer-terapia-de-casal5

Não tenha vergonha de procurar um especialista e fazer terapia. Se isso pode melhorar e até salvar o seu relacionamento, por que não tentar? Tentar não custa nada, e ainda pode poupar o casal de um divórcio prematuro e evitar sofrimentos maiores.

 

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *