Projeto Escola no Cinema retoma atividades
28 de agosto de 2017
As melhores reações ao último episódio de Game of Thrones
28 de agosto de 2017

Um passeio pela trajetória da música cearense

A cantora Lidia Maria e o violonista Alex Ramon têm se dedicado a levar para a noite de Fortaleza a música cearense nascida nos anos de 1970. Nesse mês de agosto, eles realizarão a mini-temporada “Para Fagner e Ednardo”, uma maneira de reverenciar estes dois artistas que tanto inspiraram os dois músicos. As últimas apresentações acontecem dia 30 de agosto, às 19h, na Culinária da Van, e dia 1 de setembro, às 20h30, no Mahoia Hostel e Café. Sucessos como “Pavão Misterioso”, “Ingazeiras” e “Flora” de Ednardo; e “Noturno”, “Retrovisor” e “Canteiros” de Fagner estão no repertório, além do lado B e de produções mais recentes.

Na Culinária da Van, o show conta com versões mais aproximadas das gravações originais, para combinar com o tom regional do lugar. Já as apresentações no Mahoia buscam arranjos com novas roupagens, para entrar no clima moderno do ambiente. Sobre o projeto, Alex Ramon explica que música cearense dos anos de 1970 é uma forte influência tanto para ele quanto para Lidia Maria. “Iniciamos o contato com esse ainda na adolescência, momento importante na nossa formação musical. Logo essa influência se mostrou nos palcos, gravações e demais produções”, diz.

Ainda como parte do projeto “Para Fagner e Ednardo”, Lidia Maria e Alex Ramon também vão lançar, no próximo dia 31 de agosto, um clipe gravado no Consulado Café, no último dia 18 de agosto. No vídeo, feito em parceria com a    Maré Alta Filmes, a dupla canta as músicas “Espumas ao Vento, sucesso de Fagner, de autoria de Accioly Neto, e Enquanto Engoma a Calça, de Ednardo em parceria com Climério. “São canções que traduzem a nossa admiração pelos dois cantores, que de alguma forma inspiraram, e inspiram, o nosso trabalho como artistas na cidade. Essa influência da música cearense sempre esteve presente entre a gente e, de alguma forma, também contam um pouco da nossa própria história”, afirma Lídia.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *