Receita do dia – Rolinho de abobrinha gratinado
25 de abril de 2019
Paramount+, a nova plataforma de streaming que chegou ao Brasil
26 de abril de 2019

Viagem – Saiba quais as melhores alternativas para acumular milhas!

De acordo com dados do Banco Central, em 2017, os brasileiros voltaram a acumular milhas no cartão de crédito, tendo um crescimento de 13% de estoque de pontos comparado ao ano de 2016.

O cartão de crédito é o meio mais usado para acumular milhas, porém, parcerias entre companhias aéreas e redes de varejo também vêm sendo bastante usada. Por exemplo, a Smiles, tem parceria com a Uber e da Localiza. A Multiplus, da rede Ipiranga e do Ponto Frio. Portanto, para saber mais, desliza um pouco e anota tudo!

1.Menos é mais

Não opte por ter vários programas de fidelidade, cartão de crédito e companhias aéreas, pois, na maioria dos casos, as empresas não são parceiras entre si. Portanto, a melhor opção trata-se de acumular pontos a partir do crédito, dessa forma, as alternativas para compra de passagens são mais amplas e a troca sem grandes complicações, com pontos guardados no mesmo local.

2.Sem exagero

Se você se considera uma pessoa consumista e vive com o cartão de crédito ultrapassando a renda, esqueça o objetivo de juntar pontos pelo crédito. Pois os juros do cartão de crédito são altos e consumir demais não é a melhor opção. Afinal, depois vai acabar faltando dinheiro para pagar a viagem. Hospedagem, alimentação, entre outros são gastos que também fazem parte da viagem e é preciso ter organização, se não, melhor escolher pagar as passagens em dinheiro mesmo. E nada de ir para uma loja mais cara somente porque ela acumula pontos.

3.Simule

Ao simular os gastos no cartão de crédito, você não perderá de vista e nem se decepcionará com os pontos acumulados. Para fazer essa simulação, pense dentro do período de validade e veja se será possível comprar as passagens.

4.De olho nas datas

Lembre-se sempre de que os pontos no cartão, milhas ou programas de fidelidade, tem datas de validade determinada. Em média, são de dois a três anos. Em alguns casos, você pode pagar para reativar as milhas que já passaram da data, porém, somente se tiver expirando nos últimos 12 meses.

5.Tecnologia

Alguns aplicativos, por exemplo, disponibilizam os melhores preços de milhas e avisam quando vão vencer. Outras alternativas são os sites e blogs.

6.Custo x benefício

Outra dica é observar se as passagens estão baratas e possíveis de pagar em dinheiro, se sim, guarde as milhas para um outro momento. Afinal, ganhar milha não é o mesmo que ganhar descontos em dinheiros.

7.Alternativas

No fim, se as milhas já estiverem perto do prazo de vencimento ou em excesso, procure por assentos na classe executiva. Pois são menos disputados, mais confortáveis e a mais fácil de encontrar um lugar.

Agora é só seguir as dicas do Pátio Hype e ficar de olho nas milhas, combinado?

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *