Agenda cultural do Teatro Carlos Câmara
6 de fevereiro de 2017
Fevereiro no Cineteatro São Luiz
6 de fevereiro de 2017

Os gamers que leem o Pátio Hype devem concordar que, ao contrário dos filmes e livros – que são entretenimento passivo, onde você só absorve a informação, os jogos possuem o diferencial de lhe fazer participar da história. Desse modo, não é difícil se afeiçoar àquelas criaturas virtuais e acabar por deixar cair algumas lágrimas com os seus respectivos destinos. E, mesmo para quem não chega a realmente fazer isso, há momentos que são bastante efetivos em nos deixar um pouco cabisbaixos, chocados ou simplesmente tristes pelo que acabamos de presenciar. A verdade é que até mesmo quem gosta de jogos estritamente por suas partes mecânicas e interativas, há tempos isso deixou de ser o único atrativo oferecido por eles.

Seja usando técnicas cinematográficas, truques de roteiro ou elementos de jogabilidade, muitos games conseguem transmitir experiências que divertem, assustam e, muitas vezes, nos emocionam. Para provar o que estamos falando, separamos alguns dos títulos que mais mexeram com nossas emoções e conseguiram deixar os nossos olhos marejados. Prepare a caixinha com os lencinhos para enxugar as lágrimas e confira alguns dos jogos que podem fazer você chorar!

♦ Life is Strange

São poucos os jogos que ousam falar de tantos assuntos delicados quanto Life is Strange, praticamente todas as situações complicadas pela qual um jovem pode passar são abordadas no game, mas isso não é tudo, a mecânica escolhida para o jogo como “diferencial”, de voltar no tempo para reaver suas decisões, faz você pensar muitas vezes qual delas é a “menos pior”. A maneira que o jogo aborda assuntos como o “efeito borboleta” ou a “teoria do caos” é genial, mas o que realmente chama a atenção no game e o torna emocionante é a relação entre Max e Chloe, que passa por diversos momentos que podem fazer até o jogador de coração mais duro chorar.

♦ The Walking Dead

O game que estabeleceu de vez a Telltale como uma referência para o mundo dos adventures tem até hoje uma das histórias mais emocionantes de um jogo. Durante todos os capítulos, no papel de Lee, tomamos a responsabilidade de cuidar de Clementine e ensiná-la a sobreviver em um mundo dominado por mortos-vivos.

♦ Ori and The Blind Forest

Quem disse que os jogos que podem fazer você chorar precisam ter obrigatoriamente a história mais complexa possível? Isso Ori and The Blind Forest deixa bem claro desde o começo com a morte de Naru, figura materna de Ori, já nos primeiros 10 minutos do game. É incrível acreditar que você construiria uma relação de afeto pelos personagens em apenas alguns minutos, mas segurar as lágrimas nesta cena inicial é uma tarefa tão difícil quanto qualquer fase mais complicada do jogo.

♦ To The Moon

Provando que não é preciso ter grandes orçamentos ou uma engine complexa para contar uma história comovente, To The Moon é um jogo sobre sonhos que podem se tornar realidade. Cabe ao jogador ajudar um homem próximo da morte a realizar sua vontade de visitar a Lua, nem que, para isso, seja preciso alterar suas memórias de infância. Durante a história, você descobre os motivos para o homem ter abandonado seu sonho, mas continua fazendo de tudo para fazê-lo acreditar que essa conquista aconteceu. Como se a história já não fosse suficientemente triste, a trilha sonora em piano de Kan Gao ajuda a tornar tudo ainda mais tocante.

Então, gostou da nossa listinha de jogos que podem fazer você chorar? Pode ter certeza que essas experiências virtuais farão qualquer pessoa se emocionar.

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *