Os destaques da programação cultural
4 de dezembro de 2019
Wrap Dress – Como investir na peça queridinha da temporada
4 de dezembro de 2019

A verdade por trás daquele código verde de Matrix

Em 1999, um filme fez a cabeça de muita gente “explodir”. Estamos falando de Matrix, filme das irmãs Wachowski  e um dos mais icônicos da carreira de Keanu Reeves. O longa questionava sobre a verdadeira natureza da realidade e filosofava sobre a existência. Tudo isso meio a incríveis cenas de ação e efeitos especiais ara lá de inovadores para a época. O sucesso foi tanto que uma nova sequência já está em produção. Mas outra coisa ficou marcante nesse filme: o código verde!

O código verde de Matrix acabou se tornando um dos símbolos do filme. Uma indecifrável sequência de símbolos tomava a tela de exibição e depois, os computadores do filme. E muito fã tentou por horas a fio decifrar o que havia por trás daquela sequência. Mas, será que era mesmo tão indecifrável? Nem tanto…

Simon Whiteley, que trabalhou como design de produção do longa, falou em entrevista sobre essa sequência. Bom, para começar, os símbolos que compõem o código verde de Matrix são caracteres japoneses. Conhecidos como katakana, hiragana e kanjis, são espécies de “alfabetos” que se utiliza para escrever no Japão.


Pois bem, sabendo disso, fica mais fácil compreender o que Whiteley confessou sobre o código. “Eu queria contar agora que o código de Matrix é feito com receitas de sushi”, disse Whiteley ao Cnet. Pois é, acreditem ou não, mas toda aquela sequência misteriosa do código verde de Matrix não passa de receitas de sushi!

O designer encontrou um livro de receitas em japonês nas coisas da esposa e usou aqueles caracteres para criar a sequência do filme! E a gente aqui quebrando a cabeça para entender o que aquilo significava… heheh

Outra curiosidade: apesar de ter criado o que praticamente se tornou o símbolo de toda a franquia Matrix, Whiteley não aparece nos créditos do longa! Que coisa feia, hein??? E então, que tal assistir Matrix comendo sushi agora?

Fotos e vídeo: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *