Fortaleça as madeixas com “Shiatsu capilar”
12 de dezembro de 2011
I Feira do Livro do Ceará em Cabo Verde
12 de dezembro de 2011

Nem precisa falar que doces e guloseimas enchem os olhos e dão água na boca. Mas, ceder as tentações sempre não é apenas um risco a cinturinha não! A principal preocupação das pessoas em relação ao consumo excessivo de açúcar deve ser referente a saúde. Afinal de contas, mesmo sem temer a balança é preciso ficar atento aos riscos que as altas taxas de glicose oferecem ao organismo.
Claro, além de evitar as sobremesas, os bolos e as tortas com tanta frequência, é preciso saber a melhor forma de tornar os alimentos doces, entretanto sem oferecer danos ao organismo. Mas, você tem certeza que sabe mesmo a melhor maneira de adoçar os alimentos e como cuidar da sua saúde? O No Pátio mostra os diferentes tipos de açúcar e adoçante. Fique atento e descubra qual deles é o mais indicado para você!

Açúcar branco
Composição: sacarose (açúcar da cana).

Indicação de consumo diário: duas colheres (sopa).

Atenção: contraindicado para diabéticos.

 

Açúcar light
Composição: é formado de sacarose (açúcar comum) e edulcorantes, que são substâncias químicas artificiais responsáveis pelo sabor adocicado.

Poder de adoçar: duas vezes mais que o açúcar.

Indicação de consumo diário: varia de acordo com o edulcorante (sucralose, sacarina, ciclamato). A partir de 30 mg por 100 g ou 100 ml do conteúdo.

Atenção: contraindicado para diabéticos.

 

Ciclamato sódico
Composição: sal obtido por meio de um ácido.

Poder de adoçar: 30 vezes mais que o açúcar.

Indicação de consumo diário: 11 mg para cada quilo do peso corporal.

Atenção: deixa o sabor um pouco azedo.

Acessulfame de potássio
Composição: sal obtido por meio de um ácido.

Poder de adoçar: 150 vezes mais que o açúcar.

Indicação de consumo diário: 15 mg para cada quilo do peso corporal.

Atenção: confere gosto meio amargo.

 

Aspartame
Composição: fenilanina e ácido aspártico (aminoácidos presentes em proteínas animal e vegetal).

Poder de adoçar: de 180 a 200 vezes mais que o açúcar.

Indicação de consumo diário: 40 mg para cada quilo do peso corporal.

Atenção: com sabor semelhante à sacarose, perde o poder de adoçar quando submetido a altas temperaturas.

 

Sacarina sódica
Composição: substância artificial derivada do petróleo.

Poder de adoçar: 300 vezes mais que o açúcar.

Indicação de consumo diário: 5 mg para cada quilo do peso corporal.

Atenção: tem um gosto amargo e metálico.

 

Stevia
Composição: formulada a partir de uma planta da família dos crisântemos.

Poder de adoçar: 300 vezes mais que o açúcar.

Indicação de consumo diário: 5,5 mg para cada quilo do peso corporal.

Atenção: em grande quantidade, fica amargo. Então, nada de usa-lo para cozinhar.

 

Sucralose
Composição: substância derivada da cana-de-açúcar.

Poder de adoçar: de 400 a 800 vezes mais que o açúcar.

Indicação de consumo diário: 15 mg para cada quilo do peso corporal.

 

Seja com açúcar ou adoçante, o importante é fazer uso que seja mais adequado as suas necessidades e que proporcionem melhor qualidade de vida a você!

 

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *