Os destaques da programação cultural
22 de fevereiro de 2021
10 brincadeiras para crianças com até 10 anos que não exigem brinquedos
22 de fevereiro de 2021
Kim Kardashian e Kanye

Foram meses de tretas, rumores e polêmicas envolvendo os nomes de Kim Kardashian e Kanye West. Isso porque apesar de vários sites de fofocas não lá muito confiáveis anunciarem que o casal estava em crise, eles faziam de tudo para mostrar ao mundo que era uma típica família feliz, dessas de comercial de margarina. Mas parece que não teve jeito: o fim chegou para eles. Pelo menos é o que o TMZ, um dos sites de celebridades mais famosos dos EUA afirma…

Kim Kardashian e Kanye West estavam casados há pouco mais de sete anos. Juntos, eles são pais de North, Saint, Psalm e Chicago West. Desde o princípio do relacionamento, a mídia e o público sempre estiveram em cima de tudo o que acontecia entre os dois – e claro, com os filhos também. Nas redes sociais ou mesmo no reality Keeping Up With The Kardashians, os dois sempre pareciam muito felizes. Vários foram os momentos em que Kim e Kanye declararam o amor um pelo outro. Mas, após uma série de polêmicas envolvendo o nome do marido e a relação dele com a própria família Kardahian-Jenner, Kim entrou oficialmente com o pedido de divórcio.

Kim Kardashian e Kanye West

O princípio do fim para Kim Kardashian e Kanye West

Desentendimentos entre o casal sempre existiram, mas qual relacionamento não tem dessas, não é mesmo? Porém, foi ao longo de 2020 que a coisa se intensificou. No meio do ano passado, Kanye West publicamente anunciou que iria entrar para a corrida presidencial dos EUA – mesmo claramente sem nenhuma chance de vitória. Pouco depois disso, ele ainda comprou uma briga grande com a mãe de Kim Kardashian, Kris Jenner, ao chamá-la de “Kris Jong-Un”, em uma clara referência ao ditador da Coreia do Norte.

Em meio a tudo isso, ele ainda declarou sofrer de bipolaridade, e chegou a ser internado em uma clínica psiquiátrica. Nessa época, os rumores de separação já reinavam na internet. Mas Kim Kardashian não se pronunciou sobre o assunto, dando a entender que estava tudo bem entre o casal. Porém, Kanye não melhorou e teve um grande surto em julho de 2020. Primeiro, ele fez um comício no qual chorou, condenando seriamente o aborto. E revelou um segredo bem íntimo dele e de Kim: os dois quase abortaram a filha mais velha do casal, North. Vale destacar que nos EUA a interrupção da gestação é liberada. No mesmo período, ele perdeu o prazo para as votações na Carolina do Sul, o que dificultou bastante sua corrida presidencial. Tudo isso só fez com que o estresse entre o casal crescesse – e a sanidade mental de Kanye diminuísse.

Kim Kardashian e Kanye West
Kim, Kanye e seus quatro filhos

A gota final da crise

Todos esses contratempos resultaram em uma série de desabafos em suas redes sociais, nos quais ele mais polemizou que aliviou seu lado. Kanye atacou novamente a família de Kim Kardashian, mas dessa vez acusando a família de taxá-lo de insano. Nas postagens, ele afirmava ainda que o filme Corra havia sido inspirado nele. Para quem não viu, no longa um homem negro é sequestrado por uma família nada normal. Então, Kanye começou a afirmar que estava sendo perseguido pela família de Kim.

Após tudo isso, os rumores de divórcio de Kim Kardashian e Kanye West só aumentaram, mas a socialite continuava quieta. Amigos próximos afirmavam que ela estava esperando a saúde mental de Kanye melhorar para dar entrada na papelada. E, pelo visto, foi isso mesmo o que aconteceu. Isso porque de acordo com o site TMZ, Kim deu entrada no divórcio na última semana. mas, ao que tudo indica, o processo está correndo de forma amigável. O casal tem um contrato pré-nupcial que não está sendo questionado por nenhuma das partes, o que é um bom sinal. Os dois estariam, ainda, concordando com a guarda compartilhada das crianças.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *