Série sobre Bussunda estreia em breve na Globoplay
16 de junho de 2021
Sebrae lança 8ª edição do Prêmio Sebrae de Jornalismo: inscrições têm início em 1º de julho
16 de junho de 2021

Bizarro: chefe da maior família do mundo morre e deixa 89 filhos

Você é do tipo que defende o poliamor e a não-monogamia ou acredita que casal é feito por duas pessoas e pronto, acabou? Independente de qual seja sua crença em termos de relacionamentos, a história a seguir com certeza vai despertar sua curiosidade. Isso porque faleceu esta semana, na Índia, o chefe da maior família do mundo. Ele tinha “apenas” 38 esposas e deixou 89 filhos órfãos.

Ziona Chana era um homem que pertencia a uma seita cristã da Índia que permitia a poligamia. Ou seja, permitia que os homens se casassem, legalmente, com mais de uma mulher. Ele vivia em Mizoram, um estado do nordeste da Índia. Mas infelizmente, faleceu aos 76 anos deixando 38 viúvas. Mas aqui vem o mais curioso: segundo uma entrevista dada por Ziona (que preferia ser chamado pelo seu primeiro nome), nunca quis se casar!

Ziona Chana de jaqueta azul escuro, o chefe da maior família do mundo

O indiano casou-se pela primeira vez aos 17 anos. E foi seu pai quem fundou a seita que pregava a poligamia como uma das vontades de Deus. Eles viviam na aldeia Baktwang de Mizoram, e nunca ficou claro se Ziona era legalmente casado com todas as mulheres que ele chamava de esposa. mas vale lembrar que a poligamia é ilegal na Índia. Porém, as autoridades indianas não costuma processar as comunidades tribais que adotam essa prática.

O fato é que Ziona e sua prole se tornaram atração turística na Índia. Não a toa eles são considerados a maior família do mundo. Afinal, não bastassem as 38 mulheres, ele ainda teve 89 filhos! “Acredito que Deus nos escolheu para sermos assim (para ter famílias grandes)”, declarou ele em 2011 à CNN.

Mas gente, é a maior família do mundo mesmo! Perto desse cara, o Mister Catra é fichinha!

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *