Lucas Lucco
Após se arrepender, Lucas Lucco completa reversão da harmonização facial
21 de julho de 2021
Divulgada a nova programação do Viva o Circo Hoje
21 de julho de 2021
vírus da Covid

Desde que o mundo inteiro praticamente parou devido a pandemia do novo coronavírus, cientistas e pesquisadoras do mundo inteiro começaram a trabalhar em materiais a fim de combater e prevenir a Covid-19. Claro que a principal pesquisa era a busca por uma vacina e uma cura. A vacina já está entre nós, graças à ciência. Então agora o foco se volta para a prevenção à doença. E, pensando nisso, um grupo de pesquisadores brasileiros desenvolveu um papel que tem a capacidade de tonar inativo o vírus da Covid.

A pesquisa foi realizada pela Nanox, uma empresa brasileira em parceria com o Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE). juntos, eles conseguiram desenvolver um papel especial, que contém em sua estrutura micropartículas de prata e sílica incorporadas. Com isso, ele se torna capaz de inativar o vírus da Covid. De acordo com dados divulgados pela própria empresa, após 10 minutos de contato com o papel, ele foi capaz de eliminar até 99% das partículas dos vírus. Mas, de acordo com Luiz Gustavo Pagotto Simões, diretor da Nanox, a ideia é levar a tecnologia além do vírus da Covid. “O papel é capaz de inativar outros vírus, além de bactérias e fungos”, declarou em entrevista à Agência Fapesp.

vírus da Covid

Como funciona?

Uma vez que as micropartículas estão presentes na estrutura do papel durante sua fabricação, mesmo que ele seja molhado, sua propriedades antivirais não serão afetadas. A única forma dele perder sua “serventia” é em caso de danos físicos ou corrosão do material. Para tornar o vírus da Covid inativo, as micropartículas de prata entram em contato com os vírus e, através de um processo de oxidação, acabam destruindo sua membrana, o que o torna inativo.

Então, a ideia seria utilizar esse papel para fabricar rótulos e embalagens de produtos que possam ficar expostos à contaminação. Ou seja, de embalagens de remédios à caixas para deliverys, tudo poderia ser fabricado e/ou revestido com esse papel a fim de eliminar a circulação do vírus da Covid por meio desses materiais.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *