Hi-Tech Sex – 8 apps para turbinar sua vida sexual!
6 de agosto de 2020
Para nossa alegria
“Para nossa alegria!”: Depois de 8 anos, irmãos recriam meme na televisão
6 de agosto de 2020

Ceará Junino 2020 traz festejos, cultura e muito mais!

O Ceará Junino ganha em 2020 um novo jeito de se celebrar. O evento será virtual! A programação está bonita, animada e bem florida: o Balancê para Elzenir Colares acontecerá nos dias 06, 07 e 08 de agosto, sempre às 18h30min, no canal do Youtube da Secult Ceará, homenageando a Dama do Folclore Cearense.

Na quinta-feira (06/8), o foco será em mostrar as quadrilhas e suas tradições, louvando o dia de Santo Antônio, no friozinho do Cariri e mostrando a Festa do Pau da Bandeira, patrimônio do Brasil e do Ceará como a abertura dos festejos nas Terras Alencarinas. Na sexta-feira (07/8), é a vez de homenagear o dia de São João e o Sertão é o lugar escolhido: Quixeramobim, o centro do Ceará, a sede da final de 2019. Por fim, no sábado (08/8), é o momento de celebrar o dia de São Pedro, padroeiro dos pescadores e patrimônio da capital. Serra, Sertão e Mar que se encontram no maior arraiá de quadrilhas juninas do Brasil.

O Ceará Junino Virtual 2020 – Um Balancê para Elzenir Colares é um evento construído com o Movimento Junino, realizado pela Coordenadoria de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural da Secult(COPAM – Secult), com apoio do Theatro José de Alencar, Porto Dragão, Centro Cultural Dragão do Mar, Casa de Saberes Cego Aderaldo e Comitê Gestor do Ceará Junino. A transmissão ocorrerá no canal do Youtube da Secult, durante os três dias, a partir das 18h30min.

O Ceará Junino Virtual 2020, gratuito e aberto ao público, conta com apresentação online de quadrilhas campeãs, de um som bom de dançar com os grupos musicais regionais, com tutoriais de maquiagem junina, com receitinhas gostosas de salivar, com documentários sobre a nossa memória e tradição para apreciar, numa programação bem diversificada e voltada ao público de todas as idades, com a presença de Mestres e Mestras da Cultura Popular.

Fotos: Reprodução / Fonte: Secult

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *