TEDxFortaleza 2016 fecha line up de palestrantes
11 de Maio de 2016
Cabelos coloridos – Os estilos que estão bombando!
11 de Maio de 2016

O que seria, para você, um “delivery reverso”? Bom, um serviço normal de delivery funciona com você pedindo comida para ser entregue na porta de sua casa, certo? Então, o serviço de delivery reverso funcionaria buscando comida na nossa casa e levando para algum lugar. Seria assim?

É exatamente isso! Trata-se na verdade de uma Organização Não Governamental (ONG) chamada Banco de Alimentos que criou exatamente o serviço de delivery reverso que ajuda a quem quer doar comida. Mas, como isso funciona?

Todo mundo sabe que os números do desperdício no Brasil são grandes. Todos os anos, toneladas de alimentos são jogadas no lixo, muitas vezes, perfeitamente próprias para o consumo. De restos deixados nos pratos por aqueles que têm os olhos maiores do que a barriga à frutas e verduras deixadas de lado nos supermercados por não serem tão bonitas quanto as demais, a pilha de alimentos desperdiçados enchendo os lixões cresce e cresce.

Delivery Reverso3Mas, e se de repente, fosse possível separar em casa o alimento próprio para o consumo, mas que iria para o lixo por ser excesso? A feijoada que sua mãe fez demais, o arroz que sobrou do almoço e não tem espaço no congelador, aquele pacote de alimentos que está perto de vencer, mas que você não vai comer. Tudo isso – que originalmente iria para o lixo – agora pode ser doada sem você nem precisar sair de casa. É aqui que entra o delivery reverso!

Trata-se de uma campanha da ONG em parceria com restaurantes de São Paulo. No momento em que o cliente pedir algo para comer, ele será perguntado sobre a possibilidade dele ter algum alimento para doar. Dessa forma, o mesmo motoboy que vai deixar a comida é o mesmo que recebe a doação. E no fim das contas, a Banco de Alimentos fica responsável por reunir as doações e destina-las a quem precisa. Bem simples, não é mesmo?

[vimeo width=”850″ height=”520″]https://vimeo.com/164146082[/vimeo]

Infelizmente, por mais que a gente queira fazer o bem, vamos combinar, sempre acabamos deixando para depois, com aquela preguicinha de meter as caras e ajudar, não é mesmo? Tomara que iniciativas assim cheguem logo em Fortaleza, não acham?

Delivery Reverso2

Fotos e vídeo: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *