7 dicas para deixar o sexo mais picante e chacoalhar o edredom com seu parceiro
7 de fevereiro de 2017
Maracatu Vozes da África no São Luiz
7 de fevereiro de 2017

Para desenvolver a sensibilidade expressiva do corpo, de modo a estimular artisticamente a criação em Dança e favorecer o processo de construção de conhecimento, a Associação de Bailarinos, Coreógrafos e Professores de Danças do Ceará (PRODANÇA), em parceria com o Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, lançam o Curso de Iniciação em Dança Contemporânea – CIDC. A atividade abordará uma diversidade de formas, linguagens e histórias em aulas práticas e teóricas de dança, proporcionando ao aluno um contato amplo e panorâmico com esta linguagem.

O CIDC agrega-se à Escola Livre de Artes Cênicas, que é o conjunto de atividades formativas do Theatro, e é uma ação da ProDança, respondendo a uma demanda da cidade e reivindicando políticas públicas para a dança, somando-se às ações da Escola Pública de Dança de Fortaleza e ao Porto Iracema das Artes. Com carga horária de 450h, o curso terá a duração de oito meses, ocorrendo de fevereiro a outubro, e disponibiliza 40 vagas para a primeira turma. Ao final da atividade, os alunos receberão declaração de participação na atividade, emitida pelas instituições parceiras.

O Curso de Iniciação em Dança Contemporânea tem a coordenação geral da gestão 2015 – 2017 da Prodança, a Coordenação Pedagógica de William Pereira Monte, dançarino na cidade de Fortaleza desde 2006, Bacharel em Dança (UFC) e Licenciado em Ciências Sociais (UECE), com experiência no campo da docência dentro das escolas estaduais e acompanhamento de disciplinas no ensino superior. O projeto conta com o apoio do Governo do Estado do Ceará, através do Edital de Apoio a Projetos Culturais de Demanda Espontânea 2016 da Secretaria da Cultura do Estado, do Theatro José de Alencar e do Centro Cultural Banco do Nordeste.

O Curso de Iniciação em Dança Contemporânea – CIDC vem como uma ótima alternativa para quem deseja aumentar as potencialidades do corpo dançante e ampliar as noções do corpo, através da interação uns com os outros.

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *