Receita do dia – Tapioca com ovo, tomate e linhaça
10 de maio de 2017
4 chás simples e eficazes para acabar com a retenção de líquidos
11 de maio de 2017

Nosso cérebro foi feito para lembrar de muita coisa. No entanto, a sobrecarga de informações e tarefas que o dia a dia nos impõe pode prejudicar um recurso de extrema importância: Nossa memória! Como muita gente sabe, principalmente os concurseiros, a capacidade de aprender rápido (e de forma eficaz) pode determinar muitas vezes se você terá sucesso ou não em certas carreiras.

Como o Patio Hype sabe que muitas pessoas possuem a dificuldade de fixar o que estudou, fizemos uma listinha com algumas dicas para memorizar qualquer coisa. Mas leia agora, antes que você esqueça, e veja que você pode resolver esse problema em definitivo.

1- Faça conexões entre informações novas e velhas

Uma das melhores formas de reter um dado é contextualizá-lo, isto é, integrá-lo aos conhecimentos que você já tem. Quanto mais conexões você fizer com os seus conhecimentos prévios, mais facilmente gravará uma novidade. Entre as dicas para memorizar essa foi a que os autores do livro “Make It Stick: The Science Of Successful Learning”, Peter Brown, Henry Roediger e Mark McDaniel, escolheram para o site Business Insider .

Uma ótima forma de fazer isso é aplicar, na prática, tudo que você precisa memorizar – ou, no mínimo, vislumbrar hipóteses de aplicação desses dados na vida real. Se você precisa gravar como funciona o processo de transmissão de ondas de calor, por exemplo, tente pensar nessas informações a cada vez que tiver uma xícara de chá em suas mãos num dia de frio.

-dicas para memorizar 3

2- Explore o seu próprio humor

A neurocientista Carla Tieppo, professora adjunta da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, diz que um excelente método para estimular a memória é criar imagens bizarras, engraçadas e surreais sobre o elemento que precisa ser recordado. Se você acaba de conhecer uma pessoa, por exemplo, imagine-a numa situação esquisita, que faça você rir, e que tenha relação com o som do nome dela. É uma forma muito eficiente de gravar para sempre como ela se chama – quanto mais “cócegas” a imagem mental fizer em você, mais fácil será fixá-la, diz a professora.

3- Escreva o que você precisa lembrar (com papel e caneta)

De acordo com o campeão de memorização Renato Alves, primeiro brasileiro a receber homologação oficial de Melhor Memória do Brasil pelo Guinness Book, a escrita é um excelente antídoto contra o esquecimento.

“Escrever exige grande atividade mental e envolve diretamente as funções da memória”, escreve ele no livro Faça seu cérebro trabalhar para você (Editora Gente). “A mente lança seus estímulos vasculhando todos os departamentos da memória buscando palavras, expressões, experiências, comparando, associando, incluindo, excluindo, selecionando e pinçando o que pode ser utilizado no texto”.

O benefício é ainda maior se você registrar as suas palavras no papel. Pesquisadores das universidades de Princeton e da Califórnia afirmam que quem escreve informações à mão tem mais facilidade de compreendê-las e memorizá-las do quem as digita. O motivo é que, ao usar o teclado, processamos a escrita de forma mais superficial do que quando precisamos desenhar as palavras com um lápis ou caneta.

-dicas para memorizar 2

4- Repita, repita sempre!

Este é um método intuitivo para a memorização. Quanto mais vezes você disser a si mesmo o que precisa recordar – ainda mais se for em voz alta – melhor será o resultado.

A repetição pode ser estimulada por um exercício de perguntas e respostas, de acordo com o campeão de memorização Renato Alves. Em seu livro “Faça seu cérebro trabalhar para você” (Editora Gente), ele sugere que questões como “O quê?”, “Quem?”, “Quando?”, “Onde?”, e “Como?” sejam um roteiro usado regularmente para repassar mentalmente as suas lembranças.

De acordo com a ciência, não existe memória ruim, apenas mal treinada. Portanto, trate de por as dicas para memorizar em prática e nunca mais esqueça algo. A não ser o que não vale a pena ser lembrado, é claro!

Fotos: Reprodução. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *