Os smartphones e a sociabilidade dos jovens
27 de dezembro de 2014
Brasil compartilhando carros
27 de dezembro de 2014

Dinheiro causa discórdia entre casais?

Quando o mar está para peixe, e o dinheiro que entra sobra no final do mês, é só felicidade. Porém, quando a coisa aperta e o dinheiro começa a faltar, o casal tem que ser muito estruturado e conectado um ao outro para que isso não cause brigas e nem discórdia em casa. Mas será que o dinheiro causa discórdia?

Segundo uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito, o temido SPC, e o portal de educação financeira Meu Bolso Feliz, 16,7% dos casais brasileiros afirmaram que a maneira como gastam o dinheiro é motivo de brigas com o companheiro.

casalbrigapordinheiro_nopatio4

Quando o casal está com as contas atrasadas essa taxa de brigas sobe para 22,7%. Já entre os casais que estão com os pagamentos em dia, esse índice cai para 10,7%. O estudo ouviu 656 consumidores de todas as capitais brasileiras.

Os filhos pidões também levam parte da culpa pelo endividamento dos pais. 10% dos entrevistados também afirmaram que não conseguem ceder à pressão dos filhos e acabam endividados.

O educador financeiro do portal Meu Bolso Feliz, José Vignoli, explica que na maioria das vezes o conflito por dinheiro aparece disfarçado em discussões. De acordo com Vignoli, se falta dinheiro para jantar fora, por exemplo, a reclamação que pode surgir é de falta de romantismo. Se não sobra para comprar roupas, a briga pode ser sobre o desleixo do parceiro, se não há dinheiro para levar os filhos para sair, a discórdia pode ser sobre falta de carinho e atenção para com as crianças.

casalbrigapordinheiro_nopatio5

A falta de consenso sobre hábitos de consumo também pode ser foco de brigas. Segundo o educador financeiro, o melhor caminho para evitar brigas é que o casal seja sincero sobre o assunto, crie objetivos financeiros em comum e faça um planejamento.

Conversar sobre finanças, saber qual é a renda total do casal, quem tem dívidas em atraso e quais são os sonhos e objetivos do parceiro é essencial para o casal se manter em harmonia e financeiramente estável.

José Vignoli também explica que os pais precisam conversar com os filhos sobre a situação financeira da família e fazer com que eles participem das decisões da família relacionadas a dinheiro para que eles aprendam os limites para o consumo.

dinheiro-causa-discórdia_nopatio3

Isso vai ajudar para que no futuro eles não se tornem adultos endividados e saibam controlar o dinheiro que passarão a receber. E lembre-se, nunca gaste mais do que você tem. Compre com consciência.

 

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *