Festival da Música de Fortaleza no Teatro São José
29 de novembro de 2018
Agenda cultural do fim de semana
30 de novembro de 2018

Fim de Relacionamento – Conheça seis tipos e como lidar com cada um deles

Os relacionamentos, mesmo os que não dão certo, são como estradas, pois sempre levam você a algum lugar. Apesar de o destino final desse caminho não ter sido o esperado, existe algo que é certo: a experiência ficará eternamente em sua vida. O amor é transformador, mas também pode deixar você desamparado. Por isso, é importante reestruturar-se e criar uma nova rotina após o fim de um relacionamento.

O Pátio Hype separou seis tipos de términos e como agir em cada um deles, para saber mais, desliza e confere tudo!

1.Término por traição

Ao ser traído por quem se ama, o primeiro sentimento identificado é o de culpa. Pois ao se afastar do seu parceiro, você sai do relacionamento com a autoestima prejudicada, acreditando que se tivesse mudado algumas atitudes, tudo poderia ter sido diferente. Portanto não se menospreze por causa das atitudes do outro, assim como não se deve acreditar que a traição vai acontecer nos relacionamentos futuros. Permita-se sentir raiva, desânimo ou vontade de chorar, essas sensações fazem parte do processo de recuperação. Os momentos de fraqueza são necessários para o fortalecimento. Por fim, pratique o autocuidado e as atividades de prazer, por mais simples que sejam, melhoram o amor próprio e auxiliam na reconstrução do seu valor.

2.Término inesperado

Não é fácil lidar com um término repentino, quando o outro se afastar, a rejeição é o primeiro sentimento, principalmente por você não ter o poder da escolha. Porém, é necessário aceitar o fim de um ciclo amoroso, assim como conscientizar-se de que não é possível ter controle sobre todas as situações o tempo inteiro. Portanto, após o término, se fortaleça como pessoa, reveja suas qualidades e coloque-as em prática. Desperte seu lado racional, pois as emoções estarão a flor da pele nesse período, alimentando pensamentos autodestrutivos. Dessa forma, você poderá se reerguer e enxergar novas oportunidades na vida.

3.Término mútuo

Nesse caso o relacionamento não está mais saudável para ambos. Na maioria dos casos, por meio de uma conversa, o casal vai em busca de uma solução, resultando em um término pacífico. Normalmente esses relacionamentos chegam ao fim após os problemas prevalecerem, ao mesmo tempo que não tem suas conexões cultivadas, fazendo com que o relacionamento perca o sentido. Planos e caminhos diferentes também podem influenciar para o fim do relacionamento. A orientação é de que seja feita uma reflexão sobre o nível de confiança, carinho e até onde o casal está disposto a ir para manter a união. Porém, preservar o bem-estar também deve estar dentre os principais pontos para se levar em consideração.

4.Término por Ghosting

O ghosting é quando o parceiro some de sua vida sem qualquer explicação. Essa é uma nova forma de término que ganhou forças no mundo digital. Ghosting, traduzida para o português, significa “fantasmear”. Apesar de não ter como evitar o inesperado, é possível se resguardar e não depositar o motivo da sua felicidade no outro. Desse modo, se o seu companheiro desaparecer, você pode contar com você mesmo. Ao enfrentar um problema, a relação consigo mesmo se torna cada vez mais forte e é normal que a curiosidade pelo motivo do término venha à tona, mas não deve-se alimentar essa curiosidade por muito tempo. Ao invés de se preocupar com o motivo do desaparecimento, gaste sua energia com crescimento e amadurecimento pessoal, para potencializar sua autoestima.

5.Término progressivo

Com o desgaste, alguns casais tendem a se afastar sem ao menos conversar sobre o relacionamento. As diferenças de ideias e a falta de compatibilidade pode resultar em um término progressivo. Quando a relação começa a perder a força, é preciso pensar sobre o vínculo afetivo e se essa ainda é uma opção. Pois ter um companheiro é prazeroso, mas é necessário fazer escolhas, pois, no final, o que resta são apenas frustrações.

6.Término do primeiro amor

A primeira decepção amorosa é sempre a mais intensa, pelo fato de você nunca ter passado por isso antes. É possível até pensar que não há mais esperanças. Porém, com o tempo, essa sensação acaba indo embora e a decepção se torna apenas uma memória. Por isso, busque ajuda de amigos e de um terapeuta, se achar necessário. E então, reinvente-se. Dessa forma, você poderá adquirir convicção sobre como a vida se renova a cada dia e pode ter muitas alegrias e aprendizados.

Já sofreu por amor? Compartilhe com a equipe do Hype quais as suas dicas para superar essa decepção amorosa, é só comentar logo abaixo!

Fotos: Reprodução

1 Comentário

  1. Sandra disse:

    Ejerciendo mis derechos de cancelación les pido por segunda vez que den de baja mis datos personales de su base de datos y los cancelen pues no deseo recibir más correos electrónicos de ustedes ni publicidad ni promociones

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *