Projeto Academia Enem disponibiliza mais de 80 aulas online
15 de julho de 2020
Top Chef Brasil
Top Chef Brasil volta para nova temporada com participação especial de Xuxa
15 de julho de 2020

Jovem pedala por quase 50 dias para rever a família após aeroportos fecharem

rever a família

Pouco depois da Covid-19 ser declarada uma pandemia, uma das primeiras medidas que muitas cidades tomaram foi a de fechar seus aeroportos. Afinal, era preciso tomar medidas radicais no combate ao avanço do coronavírus. Mas, infelizmente, nem todo mundo conseguiu voltar para suas casas, para suas famílias antes desse fechamento. Porém, um jovem com muitas saudades – e uma boa dose de disposição – resolveu enfrentar o que fosse preciso para rever a família. Mesmo que isso significasse pedalar por vários e vários dias…

rever a família

Kleon Papadimitriou tem 20 anos e ficou “preso” na Escócia, onde estudava, após o fechamento dos aeroportos na Europa. Após ver várias tentativas de voar de volta para casa serem cancelados, ele tomou uma atitude ousada: pedalar! A princípio, tudo parecia uma ideia distante mas, aos poucos, o jovem foi comprando equipamentos e se preparando para a empreitada. Tudo o que os pais exigiram para permitir que o jovem embarcasse nessa aventura foi que ambos compartilhassem um aplicativo de rastreamento para que eles pudessem acompanhar o paradeiro do filho.

Uma jornada em busca de rever a família

No dia 10 de maio, o jovem reuniu tudo o que precisava para partir. Na mochila, ele levava pão, manteiga de amendoim, latas de sardinha além de uma barraca, saco de dormir e outros equipamentos. Em entrevista à rede CNN, Kleon contou que pedalava uma média de 50 a 120 quilômetros por dia.

Partindo da Escócia, o jovem atravessou a Inglaterra, Holanda e Alemanha, a que se seguiu Áustria e Itália. Chegando no país, ele pegou um barco para o porto grego de Patras, único trecho impossível de ser realizado de bicicleta. Ao desembarcar, ele voltou a pedalar até chegar ao seu bairro em Atenas. Ao todo, foram 48 dias pedalando e um total de 3.500 quilômetros em busca de rever a família em Atenas.

Boa parte das noites, Kleon acampava e registrava toda sua jornada através de suas redes sociais. Porém, com o passar do tempo sua história foi ficando conhecida. Logo, no caminho as pessoas passaram a oferecer comida e abrigo a ele. Então, no dia 27 de junho ele finalmente chegou em casa. “Foi muito emocionante. Vindo de uma família de dois pais que eram muito aventureiros quando jovens, me assistir seguindo os passos deles, eu acredito que seja algo muito emocionante para eles e, obviamente, me traz muito significado. Mas acredito que, acima de tudo, eles se sentiram aliviados”, declarou ele na entrevista.

E vocês, o quão longe iriam em busca de alguém que você ama?

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *