confira os sapatos polêmicos que bombam na internet
Sapatos Polêmicos – 7 modelos que bombam na internet
29 de outubro de 2021
horta caseira
Startup nacional cria horta caseira com “cápsulas” de sementes!
29 de outubro de 2021
clichês dos filmes de terror

Ah, os filmes de terror, uma das maiores diversões quando o assunto é cinema aqui entre a gente na redação do Pátio Hype. Não sabemos se é o sangue jorrando por todos os lados, as situações clichê ou, claro, os sustos que torna tudo mais interessante, mas o fato é que a gente se amarra em filmes de terror, assim como muito gente por aí. Então, para finalizar nosso especial #MêsdoTerror, nada melhor do que listar as lições hilárias que os clichês dos filmes de terror ensinam a gente, não é mesmo? Então observem e aprendam:

1 – Se você correr em uma perseguição, você CERTAMENTE vai cair

clichês dos filmes de terror

Pode ser na grama, no asfalto, na escola, na rua, na chuva, na fazenda, ou numa casinha de sapê… Não adianta: se você correr para fugir de algo, você vai cair. E não faz diferença de você estiver de tênis, sandália, salto alto ou descalço, é fato: em filmes de terror, se você estiver correndo, você vai cair. A gravidade não perdoa pobres vítimas de seriais killers ou espíritos demoníacos; ela faz a Kátia Cega – do tipo que não está nem vendo – e te derruba mesmo. Mas isso também está diretamente ligado ao fato de que não adianta você correr e correr. Em filmes de terror, mesmo que o assassino venha caminhando a passos lentos e arrastados, ele vai te pegar. Porque, como nos mostram os clichês dos filmes de terror, certamente você vai cair…

2 – Pesquise BEM antes de comprar uma casa

Se você acha que na hora de comprar um imóvel basta pesquisar o melhor preço, melhor localização ou custo-benefício, está muito enganado. Tem mesmo é que saber o passado da casa: alguém se matou lá? Algum membro da família enlouqueceu e matou todo mundo? Os eletrodomésticos sempre funcionam direito ou a televisão já tentou conversar com alguém? Essas são perguntas importantíssimas, porque, bem, ninguém quer ser incomodado por algum espírito remanescente. Mas agora, se o passado da casa estiver ok, em Atividade Paranormal a gente aprendeu que o problema pode ser com quem você casou…

3 – Crianças podem ser o cão – e não estamos nos referindo ao comportamento…

Se tem uma coisa que muitos clichês dos filmes de terror deixam claro é que crianças e objetos infantis são absurdamente assustadores! Você vê aquele menininho fofo e quando se dá conta, é um oriental esquisito saindo da televisão e querendo te matar. Ou então uma órfã do mal que faz tudo o que é maldade… Isso sem contar na possibilidade de ser um verdadeiro “anticristo”, um ser do mal com uma marca 666 no corpo. Isso sem falar naquela bonequinha fofa ou naquele palhacinho engraçado, que de noite tenta simplesmente matar todo mundo da família…

4 – Ao constatar atividades suspeitas dentro de casa, saia imediatamente

Eis uma coisa que nunca entendemos em filmes de terror: por que raios as pessoas permanecem em casa mesmo após as luzes piscarem, objetos voarem e coisas esquisitíssimas acontecerem?! Gente, o negócio é sair correndo atrás da polícia, da igreja, centro espírita, pastor da universal ou terreiro mais próximo que tiver! Mas não, a pessoa ouve um barulho estranho no meio da noite, vai lá sozinho ver o que é e após ver tudo revirado, apenas ajeita e volta a deitar com medo. Faz sentido? Nenhum, não é mesmo?

5 – Nunca dê carona para estranhos

Isso é algo que nem precisa ser fã de filmes de terror para saber, mas não custa nada reforçar: se você estiver dirigindo em uma estrada, no meio da noite, sozinho, e do nada aparecer alguém pedindo carona, não pare. Mas não pare mesmo. Se puder simplesmente acelerar, passar direto sem nem olhar para o suposto caroneiro, melhor ainda. E assim como não se deve dar carona a estranhos, se o carro quebrar nas mesmas condições, não busque brigo em casas esquisitas no meio do nada. Pense bem: uma casa no meio do nada não deve ser algo bom…

6 – Nada de brincar com brinquedos velhos ou jogar aquele jogo esquisito abandonado no armário, no sótão, onde quer que seja…

 clichês dos filmes de terror

Por mais que apreça um tabuleiro inocente, um joguinho esquisito ou mesmo um brinquedo, uma boneca abandonada no canto obscuro da casa: não brinque com ele! Estamos em pleno ano de 2021, vai jogar vídeo game, jogue Candy Crush no celular que seja, qualquer coisa para passar o tempo e se divertir com os amigos, mas simplesmente não vá atrás daquele jogo que você encontrou na casa nova para a qual nem deveria ter se mudado…

7 – Não tente ler livros antigos em línguas que você sequer conhece

Deu de cara com um livro ou um texto super velho? Daqueles super suspeitos? E escritos em uma língua que você nunca viu ou então que é tipo o latim, de tão antiga? Vai ler isso pra quê? Apenas deixe de lado… Não leia, principalmente em voz alta… E nem vá atrás do Google Tradutor não, viu? Você pode achar que está lendo uma receita de bolo, mas na verdade pode acabar invocando alguma entidade que vai lhe perseguir a vida toda… Então na dúvida, deixe o livro para lá…

8 – Não dê as costas após achar que se livrou do assassino ou da entidade

 clichês dos filmes de terror

Você ignorou tudo o que os clichês dos filmes de terror ensinaram até agora, mas com muita audácia e coragem, lurou contra o que estivesse te perseguindo. Então pronto, acabou tudo, certo? NÃO!!! Não pense que matou o assassino porque enfiou uma chave de fenda na perna dele. Ou que acabou com a entidade ou que eliminou a maldição porque as luzes pararam de piscar. Não dê as costas e saia andando, volte e tenha certeza que pôs um fim nessa história toda, termine o serviço, assim você não vai ter que voltar a correr… E cair… E começar essa lista toda de novo…

Então, quem disse que os clichês dos filmes de terror não tinham nada a nos ensinar? Brincadeiras à parte, tudo isso é bom demais, não é mesmo? Então, nos vemos no próximo Halloween!

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *