Vestida de acessórios
23 de maio de 2014
Atividades artísticas e culturais para a felicidade
23 de maio de 2014

Luxo não traz felicidade

Pesquisa revela que usar produtos luxuosos não causa tanto bem-estar quanto possuí-los 

 Todo mundo quer carros melhores, bebidas sofisticadas e ter férias luxuosas, mas viver esse tipo de experiência pode te deixar deprimido, de acordo com estudo. Isso acontece porque dirigir uma Ferrari ou viajar de primeira classe, por exemplo, tem um efeito de curto prazo, tornando a volta a realidade mais difícil. O experimento realizado na Belgium’s Ghent University afirmam que as pessoas com vida luxuosa apresentam altos níveis de “bem-estar subjetivo”, ou seja, se sentem bem consigo mesmos.

As pessoas que tem a chance de usufruir de itens luxuosos apenas uma vez aumentam seu nível de bem-estar e seguida cair significativamente. O resultado é que as pessoas saem da experiência com a autoestima mais baixa que antes. Para chegar a essa conclusão, 308 voluntários entre jovens e adultos. Cada um recebeu versões especiais e comuns de chocolates e canetas. Alguns podiam levá-los para casa enquanto outros tinham de devolvê-los em seguida. Então eles responderam um questionário para medir o “senso de bem-estar”.

luxo2_nopatio

O resultado foi que quem pode levar as canetas e os chocolates para casa avaliaram os objetos como mais luxuosos do que quem teve que devolver. Os privilegiados ainda se afirmaram como “significativamente mais satisfeitos com suas vidas” do que os outros. “As pessoas ficam mais satisfeitas com suas vidas quando elas possuem produtos luxuosos do que quando podem simplesmente usufruir deles. Por outro lado, o mero uso ou conhecimento de um item deste tipo parece ser prejudicial à satisfação em relação à vida”, explicou Liselot Hudders, que participou da pesquisa.

 

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *