MIS Ceará promove “Fórum das Expressões e Linguagens: repensando o MIS-CE”
4 de dezembro de 2015
Prefeitura de Barbalha oferta mais de 140 vagas
4 de dezembro de 2015

Muitas mulheres enfim estão se dando conta do seu real lugar no mundo e lutando cada vez mais por seus direitos: salários igualitários, reconhecimento, fim do assédio, do feminicídio… Várias são as reinvindicações. O que muitos chamam de “primavera feminista” nós chamamos de “acordou para a vida!!!!” Enfim muitas meninas se deram conta que não é legal deixar de usar uma roupa ou batom vermelho só por que o namorado acha ruim, que não é normal ser agredida física ou psicologicamente por homem nenhum dentre várias outras questões.

E no mundo do entretenimento várias são as mulheres que levantam essa bandeira: Emma Watson, Beyoncé, Viola Davis… Vários são os nomes que podemos citar que são exemplos. E as publicações também aderiram ao movimento. Basta ver as capas da Elle que postamos aqui!

E na música, a coisa anda pelo mesmo caminho! Como já citei antes, a diva pop Beyoncé sempre levantou a bandeira do feminismo. Recentemente, Clarice Falcão lacrou a internet com sua versão de “Survivor”, mostrando que ninguém deve tirar o batom vermelho. então, resolvi reunir uma humilde listinha de músicas de empoderamento feminino por que aqui não tem #MeuAmigoSecreto algum que vá impedir!

[youtube width=”850″ height=”520″]https://www.youtube.com/watch?v=NlxFf40Lqx4[/youtube]
Clarice Falcão – Survivor

Abrindo a listinha, tinha que ser ela, com sua versão linda e maravilhosa que ganhou um post só para ela de tanto que ela arrasou na internet. Não se falava em outra coisa que não fosse Clarice Falcão quando o clipe foi lançado.
E o recado vai para: Aquele boy  que achou que se você terminasse o namoro com ele, você ia morrer, ficar acabada e não superar nunca.
Verso de efeito: You thought I wouldn’t grow without you/Now I’m wiser/Though that I’d be helpless without you/But I’m smarter (Você pensou que não cresceria sem você/Agora estou mais sábia/Você pensou que eu estaria paralisada sem você/Mas estou mais esperta)

[youtube width=”850″ height=”520″]https://www.youtube.com/watch?v=IyuUWOnS9BY[/youtube]
Beyoncé – Flawless

Difícil escolher uma só música da Bey, afinal, músicas de empoderamento feminino é com ela mesma, que se apresentou no Grammy com um gigantesco painel escrito “Feminism”. Mas destaco “Flawless” pela simples oportunidade que Beyoncé deu a todas as mulheres do mundo ao colocar na música o discurso de da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie, que eu seu TED falou “Que todos devíamos ser feministas”.
E o recado vai para: Todas as meninas, garotas, mulheres, homens, machos, gays, lésbicas, adultos, crianças, pretos, brancos, amarelos, vermelhos, enfim, para todo mundo mesmo.
Verso de efeito: Feminist – the person who believes in the social/Political, and economic equality of the sexes (Feminista – a pessoa que acredita na vida social/Igualdade política e econômica entre os sexos)

[youtube width=”850″ height=”520″]https://www.youtube.com/watch?v=_Zu2NPur89M[/youtube]
Valesca Popozuda – Tá Pra Nascer O Homem Que Vai Mandar Em Mim

Olha o nome da música. Preciso dizer mais alguma coisa? Aliás, Valesca Popozuda, nessa sua nova “fase”, tem se tornado um ícone do empoderamento feminino levando o discurso feminista para as meninas das favelas. Ela tem feito um importante trabalho conscientizando a comunidade sobre coisas como violência sexual e doméstica, além de lutar contra a homofobia.
E o recado vai para: Aqueles homens que acham que são donos das mulheres e que pensam que mulher nasceu para agradá-los.
Verso de efeito: Vergonha na cara é coisa rara de se ver/Mal sabe meu nome e já tá querendo me ter/Nunca dependi de homem pra coisa nenhuma/Se tuas negas são tudo assim, desacostuma!

[youtube width=”850″ height=”520″]https://www.youtube.com/watch?v=3BBsF7VIQyo[/youtube]
Pussycat Dolls – Hush Hush

As garotas do Pussycat Dolls também tem lá seus recados para os machistas de plantão, como em “I Don’t Need a Man”, na qual elas falam que não é por estar namorando que ela não pode ter uma vida própria. Mas escolhi “Hush Hush” por que tem muito cara na vibe “ela precisa de mim, e por isso eu faço o que quiser com ela” e nem sabe de nada, o inocente…
E o recado vai para: Quem pensa que por estar em um relacionamento é quem manda no outro.
Verso de efeito: I never needed you for judgement/I never needed you to question what I spent/I never asked for help/I take care of myself/I don’t know why you think you got a hold on me (Eu nunca precisei de você para me julgar/Eu nunca precisei de você questionando onde eu gasto/Eu nunca pedi por ajuda/Eu tomo conta de mim mesma/Eu não sei porque você acha que precisa me segurar)

[youtube width=”850″ height=”520″]https://www.youtube.com/watch?v=_XN_P_UGVvk[/youtube]
Elza Soares – Maria da Vila Matilde (Porque Se a da Penha É Brava, Imagine a da Vila Matilde)

Primeiro: Elza Soares é incrível! A mulher enfrentou o diabo na vida e ainda está lá, maravilhosa, cantando horrores!!! É um exemplo para muita novinha por aí. Segundo, que ela fez uma música incrível, curta e grossa sobre violência doméstica que mostra para a mulher que se encontra nesta terrível condição que ela pode – e deve! – sair por cima!
E o recado vai para: Homem que bate em mulher. Sem mais.
Verso de efeito: Cê vai se arrepender de levantar a mão pra mim

[youtube width=”850″ height=”520″]https://www.youtube.com/watch?v=7PCkvCPvDXk[/youtube]
Meghan Trainor – All About That Bass

As dolorosas e irreais expectativas estéticas que a sociedade em geral impõe a nós, mulheres, é outra coisa terrível de se conviver. Afinal, até parece que a vida é fácil para ter uma pressão social mandando nós sermos magras, loiras, lisas, lindas, perfeitas o tempo inteirinho. E essa música, além de ter um ritmo gostosinho, fala disse.
E o recado vai para: Quem acha que mulher tem a obrigação de ser magra e impecável sempre.
Verso de efeito: I see the magazines working that Photoshop/We know that shit ain’t real/Come on now, make it stop (Eu vejo as revistas abusando daquele Photoshop/Sabemos que essa porcaria é uma ilusão/Fala sério, faça isso parar)

Claro que tem muito mais músicas do que essas… E ainda terão outras mais, por que estamos apenas começando… Mas para finalizar, quero colocar uma música que acho que desde que eu tinha uns 16 para 17 anos, e estava em um relacionamento para lá de abusivo, sempre ouvi achando que era a cara do poder feminino, da nossa capacidade de dar a volta por cima. Com vocês, a eterna diva Gloria Gaynor!

[youtube width=”850″ height=”520″]https://www.youtube.com/watch?v=kKJ7Hw-PTSo[/youtube]
Gloria Gaynor – I Will Survive

E o recado vai para: Todos os caras que acham que podem mandar em suas mulheres, que acham que têm o direito sobre elas, que tentam subjugá-las, mas no fundo, não conseguem por que elas são mais fortes. E para as mulheres que acharam que eles estavam certos, mas pararam, respiraram, pensaram e viram que dar a volta por cima em um relacionamento abusivo não é impossível.
Verso de efeito: And I spent oh so many nights just feeling sorry for myself/I used to cry, but now I hold my head up high/And you’ll see me, somebody new/I’m not that chained up little person/still in love with you (E eu passei muitas noites só sentindo pena de mim mesma/Eu costumava chorar, mas agora mantenho minha cabeça erguida/E você me veja como um novo alguém/Não sou aquela pessoa insignificante, acorrentada/ainda apaixonada por você)

E se quiser curtir essas e várias outras músicas de empoderamento feminino, basta ouvir nossa playlist aqui!

Fotos e vídeos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *