II Conferência da Caatinga está com inscrições abertas
28 de maio de 2018
Toda banda de música é uma escola
28 de maio de 2018

A capital cearense acaba de ganhar mais um equipamento dedicado ao aprendizado de crianças e adolescentes. Neste sábado (26), o prefeito Roberto Cláudio entregou a terceira Casa de Cultura Digital (CCD) de Fortaleza, localizada no Cuca Jangurussu. O equipamento faz parte do projeto Vila da Cultura Digital, desenvolvido pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova) com apoio do Ministerio de Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações. Os outros dois equipamentos funcionam na Praia de Iracema e no Cuca do Mondubim.

As Casas  de Cultura Digital oferecem oficinas, cursos e eventos na área da Cultura Digital, além de atividades de robótica, manutenção de computadores e metarreciclagem – processo que permite reaproveitar materiais por meio do recondicionamento de computadores.

“Este é um espaço de qualificação, treinamento e de oferecer apoio para aqueles que querem transformar uma ideia em um produto. Nossa expectativa é que a Casa de Cultura Digital seja um espaço que possa ofertar aos jovens lazer e entretenimento digital”, explicou Roberto Cláudio.

No local, é possível ainda aprender a construir robôs, imprimir e fabricar objetos em impressões 3D, por exemplo. O estudante Rafael Moura, de 17 anos, é aluno do Cuca do Jangurussu e se interessou pelo projeto: “Aqui será uma ótima oportunidade para que a gente ganhe mais conhecimentos e descubra novas ideias”, disse o estudante.

De acordo com o presidente da Citinova, Cláudio Ricardo, em maio, a Casa da Cultura Digital da Praia de Iracema realizou, com o apoio da União Cearense de Games, o evento Hora Aberta que reuniu cerca de 150 jovens em competições de games, palestras e intercâmbio sobre cultura digital. Já na CCD – Mondubim foram realizadas, este mês, oficinas sobre Cidades Inteligentes, Empreendedorismo Social, Gerência de Projetos 2.0, Game Designer, Marketing Digital e Canvas, além de rodas de conversa e Arena Gamer, com um público em torno de 50 jovens.

Nós torcemos para que Fortaleza receba cada vez mais equipamentos como este, que trazem aos nossos jovens novas oportunidades de inovação no aprendizado!

 

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *