5 programas infantis na Netflix para curtir com a criançada nesse feriado
9 de outubro de 2020
#30DiasdeHalloween: 5 corpos que desafiam a natureza e não se decompõem
9 de outubro de 2020

Procon Assembleia orienta consumidores para uso seguro do Pix

Na última segunda-feira (05), foi iniciado o cadastramento das chaves de identificação para uso do Pix, o novo sistema de pagamentos e transferências de dinheiro desenvolvido pelo Banco Central. Segundo o BC brasileiro, mais de 3,5 milhões de chaves Pix foram registradas no primeiro dia de cadastro.

As transações financeiras por meio do novo serviço só serão possíveis a partir de 16 de novembro. O cadastramento é necessário para aqueles que pretendem utilizar o Pix, mas não é obrigatório. O serviço funciona com as contas que o cliente já possui em alguma instituição financeira. A expectativa do mercado é que o sistema seja o grande substituto de DOCs e TEDs por ser gratuito e estar disponível a qualquer hora, sete dias por semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados. A quantia depositada cai instantaneamente na conta.

Em entrevista à rádio FM Assembleia (96,7MHz), o advogado do Procon Assembleia, Rômulo Augusto, alertou que o consumidor deve ter o máximo de cuidado e cadastrar suas senhas e dados bancários em aparelhos que somente ele utiliza. “Muitas vezes, os aparelhos eletrônicos guardam na memória os dados pessoais das pessoas, que poderão ser vítimas de fraudes, e aqueles dados poderão ser repassados para outras pessoas e utilizados em outras transações”, explicou.

Rômulo Augusto destacou algumas vantagens do ambiente digital, como a realização de vastas pesquisas e comparativos de preços com facilidade. Ele também ressaltou que as transações eletrônicas garantem que mesmo quem mora longe da loja física possa consumir seus produtos e recebê-los em casa, um diferencial que, segundo o advogado, ajuda a aumentar a carteira de clientes, devido à flexibilidade e à mobilidade que a internet oferece. “Portanto, é interessante analisar, antes da compra, os dados do fornecedor ou vendedor daquele bem ou serviço, para ali você fazer uma compra garantida e não ter problemas futuros”, orientou.

No Pix, a chave será o único dado vinculado à conta que o cliente terá que compartilhar para receber transferências ou pagamentos. Esse dado pode ser o CPF, o número do celular, um e-mail ou uma chave aleatória, gerada no próprio aplicativo de sua instituição bancária. Pessoas físicas podem cadastrar cinco chaves por conta em que são titulares. Já o limite para empresas é de 20 chaves.

Ao cadastrar-se no Pix, fique atento às regras e dicas para manter sua segurança no ambiente digital!

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *