Polícia Feminina no Ceará completa 20 anos
22 de agosto de 2014
Esclerose Lateral Amiotrófica
22 de agosto de 2014

Um recente estudo feito nos Estados Unidos e publicado na Proceedings of the National Academy of Sciences descobriu que o impacto ambiental da produção de carne é significativamente pior do que o de laticínios, aves, suínos e ovos. Segundo um especialista, a redução de carne vermelha tem mais impacto sobre as emissões de carbono do que os carros parados.

A produção animal é conhecida por trazer sérios impactos para o meio ambiente, afetando a qualidade do ar e da água, a saúde dos oceanos e ainda é o maior utilizador de terras no mundo.

producaodecarne_nopatio2

Ela também afeta a segurança alimentar mundial, dado o fato de que, o que se colhe para a alimentação de animais que serão abatidos para consumo humano, é suficiente para satisfazer as necessidades energéticas de 4 bilhões de pessoas. Além disso, a produção animal é responsável por cerca de 20% das emissões de gases de efeito estufa.

Quantificar os efeitos ambientais da pecuária ainda tem sido um desafio, mas continua a ser uma necessidade, a fim de destacar as mudanças necessárias para promover a sustentabilidade.

Durante o estudo foi verificado que, para produzir carne vermelha é necessário cerca de 28 vezes mais terras do que as outras categorias, 11 vezes mais água e se emite cinco vezes mais gases de efeito estufa. Além disso, quando comparado carne com outros alimentos básicos, como trigo e arroz, os impactos foram ainda mais evidentes. A produção de carne exige 160 vezes mais terra e emite 11 vezes mais gases de efeito estufa.

producaodecarne_nopatio4

Apesar de o consumo de carne ser um assunto delicado para muitos, os pesquisadores deixam claro que a produção de carne exige muito mais recursos do que outras categorias de animais e também sugerem que minimizar esse consumo seria uma forma eficaz de reduzir os impactos ambientais de nossa dieta.

Será que agora nós encontramos um bom motivo para realmente melhorarmos nossa alimentação e trocarmos um pouco de carne vermelha por tipos mais leves como peixes ou até mesmo por legumes?

 

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *