Dilma anuncia novidades para saúde nas escolas e no calendário de vacinas
23 de janeiro de 2012
Renata e Jakeline estão no segundo paredão do BBB12
23 de janeiro de 2012

Projeto futurista e inovador propõe edifício da vida selvagem


Inovação e preocupação com com a fauna e a flora. Motivação do arquiteto J. Koen Olthuis, para desenvolver um projeto futurista e desafiador. Cansado de se deparar com obras e projetos preocupados em beneficiar apenas os seres humanos, o holandês resolveu desenvolver um projeto urbanístico para a vida saelvagem. “Quanto mais construímos, mais deslocamos a flora e a fauna”, justificou o arquiteto J. Koen Olthuis. O projeto de Koen destina-se apenas a animais e plantas. “Há pouco espaço nas cidades grandes, mas ainda podemos aproveitar a água”, disse à BBC Brasil.

Nessa perspectiva, surgiu a Sea Tree (“árvore marinha”, em tradução livre), a construção de cerca de 30 metros de altura (mais cerca de 6 a 8 metros sob a superfície) tem como objetivo servir de refúgio para plantas, animais marinhos e pássaros, por exemplo. Ela ainda pode ajudar no processo de limpeza de rios poluídos e na absorção de água da chuva. O custo do projeto do arquiteto, está em cerca e US$ 9 milhões (R$ 16 milhões), “mas estamos tentando barateá-lo”, ressalta J. Koen Olthuis.

A estrutura do projeto é semelhante à de uma usada para construir plataformas de petróleo no mar, mas serve para grandes rios e lagos urbanos. O problema é que ainda não há financiadores, o arquiteto diz que está conversando com diversas administrações municipais na tentativa de viabilizar o projeto. Com a fauna e a flora perdendo espaço para construções e presença do homem com o crescimento das cidades, o projeto do arquiteto tem até muita lógica. E você acha que uma obra assim seria realmente viável e necessária?

 

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *