69
Descubra quais são os 10 fetiches sexuais mais comuns
25 de novembro de 2021
Casa do Conto apresenta espetáculo infantil
26 de novembro de 2021

Depressão jovem – Dicas para evitar o problema

Atualmente, estudos mostraram que os problemas de saúde mental em adolescentes e crianças dobraram durante a pandemia. Por isso, é necessário preparar as crianças desde cedo para saberem lidar com as dificuldades e com as emoções negativas. Nesse sentido, o Pátio Hype preparou algumas dicas para evitar a depressão nos jovens. Confere aí:

De antemão, um em cada quatro jovens está experimentando sintomas depressivos elevados. Por isso, se torna ainda mais importante preparar as crianças desde cedo a terem resiliência e a se acostumarem e estarem aptas a lidar diante de sentimentos como tristeza, raiva ou medo.

depressão jovem

1 – Cuide da sua saúde mental

Em primeiro lugar, precisamos cuidar da nossa própria saúde mental! Isso porque, os adultos também estão desestabilizados com tantas incertezas e inseguranças geradas pela pandemia.

Logo, busque formas de relaxar, respirar fundo, fazer exercícios e dedicar tempo para regular as suas emoções! Depois disso, é possível cuidar das crianças.

Confira aqui: 5 formas alternativas de tratar a ansiedade e a depressão

2 – Passe mais tempo com a família

Ainda assim, esse cuidado com a nossa saúde emocional faz com que aproveitemos muito melhor o tempo com os nossos filhos, nos dedicando mais nas brincadeiras, realizando atividades físicas em família e também demonstrando mais afeto.

Vale lembrar, que esse contato é fundamental para perceber mudanças no comportamento da criança que mostrem se ela está ansiosa, com raiva ou precisando de apoio psicológico.

Mas, quais atividades você pode fazer com os seus filhos? Bom, dependendo da idade deles, você pode ler ou assistir filmes para depois conversar sobre os personagens, podem pintar juntos, colar fotos da família pela casa e fazer um comentário legal sobre cada imagem.

Além disso, vocês podem cuidar do jardim, fazer exercícios e até colocar em prática ações que reduzam o estresse. Vale de tudo, só não vale ficar parado, ok? O importante é aproveitar o tempo que vocês passam juntos!

depressão jovem

3 – Ensine a criança a lidar com as emoções para evitar a depressão

O terceiro passo é mostrar para essa criança como ela pode lidar com as emoções. Para isso, vocês podem brincar de fazer expressões no rosto, dando exemplos de como agir quando se está com medo, triste ou alegre.

Você também pode ensinar as crianças que, em uma situação de estresse, por exemplo, é possível respirar profundamente soltando o ar pela boca fazendo barulho, e até mesmo separar um “cantinho da calma” em casa.

4 – Organize a rotina dos filhos para evitar a depressão

Outra dica essencial para proteger as crianças da depressão é organizar a rotina deles. Afinal, muitos estudos confirmam que crianças e adolescentes precisam de uma rotina consistente para se desenvolverem melhor.

Então, é necessário separar tempo para os estudos, para alimentação, para atividade física, brincadeiras e inclusive para fazer nada, para ficar livre. Portanto, se a rotina de vocês foi perdida aí dentro de casa, tentem colocar as coisas nos eixos, de forma gradual, sem exigir atividades demais.

depressão jovem

5 – Valorize os sentimentos do seu filho para evitar a depressão

Por fim, valorize o que seu filho sente e mostre o quanto você se importa com ele. Para isso, ofereça muitos abraços, beijos, o elogie e foque nos pontos fortes que ele apresenta, não apenas nos erros.

No fim das contas, talvez o que ele mais precise neste momento seja um simples: “gostei muito disso, filho. Parabéns!”, “Você sabia que eu te amo?”, “Então, vem cá dar um abraço no pai e na mãe!”

Se você não falou nada disso para o seu filho hoje, aproveite agora! E coloque isso em prática tornando um hábito dentro da sua casa.

E aí, curtiu? Conta para a gente o que achou e comenta aqui embaixo o que mais você quer ver por aqui. Lembre-se de visitar o P´atio Hype regularmente e até a próxima.

Fotos: reprodução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *