Você conheceria o Museu das Comidas Nojentas?
18 de outubro de 2018
Aos 16 anos, aluno de escola pública ganhou uma bolsa em Harvard
18 de outubro de 2018

Saiba quais são os aplicativos que devem ser evitados no seu aparelho

Em 2018, o Google excluiu mais de 700 mil aplicativos para aparelhos Android, 70% maior do que o registrado em 2016. A causa é que esses apps são considerados “maliciosos”, pois oferecem soluções incríveis, como resolver problemas de bateria, porém, os resultados são ainda mais prejudiciais para os smartphones.

Além de ocuparem bastante espaço, a preocupação de muitos usuários e empresas são os vírus e malwares, ou seja, softwares maliciosos, que enchem o celular de publicidade. Para fugir desses aplicativos, o Pátio Hype listou três categorias para você evitar desde já. Confere aí!

1.Os que prometem economizar bateria

A maioria desses aplicativos são mentirosos, pois não oferecem uma solução para a pouca carga. Quando não estiver com um carregador em mãos, tente evitar baixar esses apps e gerencie o próprio consumo de aplicativos que usam bastante dados, principalmente aqueles de pouco acesso. Ponha o aparelho em modo noturno e assim, você poderá prolongar a bateria. Outras dicas são: diminuir o brilho da tela, desativar os sinais de Wi-fi e Bluethooth, assim como o uso de dados, a geolocalização e opte pelo modo de pouca energia.

2.Os que “limpam” o telefone

Em algum momento você já instalou o Clean Master? Bom, de acordo com o especialista José Garcia-Nieto, esse app diminui a velocidade do telefone, substitui a tela de bloqueio e ainda leva você a baixar mais aplicativos do desenvolvedor Chetaah Mobile. Resumindo: ele não funciona. Não é necessário baixas apps para limpar a memória do seu telefone e se você deseja excluir dados ocultos, acesse o item armazenamento nas configurações do aparelho e limpe os dados cache. Ahh! Nada de confiar em aplicativos que dizem limpar a memória RAM, Ok?

3.Os que “refrescam” o celular

O superaquecimento do celular pode ser resultado de exposição ao sol, vírus, problemas com a bateria ou até mesmo pelo uso constante do telefone. Entretanto, apesar de ser considerado um problema frequente, não é indicado baixar apps para resfriar o aparelho. Pois esses aplicativos só irão sobrecarregar ainda mais o celular e fazer com que ele leve horas para voltar a temperatura normal. A melhor solução é: desligue-o por um tempo.

Para finalizar, baixe apps nas lojas oficiais da Apple e da Google, evitar arquivos com extensão “.apk”, não baixe apps que prometem soluções milagrosas, atualize as configurações do aparelho com frequência e não confie apenas no antivírus, combinado?

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *