Assembleia Legislativa debate os impactos do lixo nas mudanças climáticas
25 de outubro de 2019
#Medo! Pessoas relatam estar vendo demônios após assistir novo terror da Netflix
25 de outubro de 2019

Estudos atuais constatam um dado chocante: Em todo o mundo, um em cada quatro pessoas terá AVC ao longo da vida. E é exatamente com o objetivo de orientar a população sobre prevenção, diagnóstico, fatores de risco e tratamento do Acidente Vascular Cerebral (AVC), que o SAMU 192 Ceará promoverá neste domingo (27), uma série de atividades para o público. Os frequentadores do Parque Adahil Barreto poderão aferir a pressão arterial, glicemia capilar e calcular o índice de massa corporal. Também terá visitação à ambulância do Samuzinho.

A doença é a segunda causa de morte no mundo e a primeira causa de incapacidade. “Prevenindo, 90% dos casos podem ser evitados. Por isso é tão importante aumentar a conscientização sobre o risco individual de AVC e capacitar o máximo de pessoas com informações e ferramentas de prevenção da doença”, informa Rogério Giesta, médico e coordenador do Núcleo de Educação Permanente do SAMU Ceará.

O evento faz referência ao Dia Mundial de Combate ao AVC, 29 de outubro, e aos dez anos da unidade de AVC do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), do Governo do Ceará. A realização é da Secretaria da Saúde Ceará, por meio do Núcleo de Urgência e Emergência e SAMU 192 Ceará.

Sobre o AVC 

O entupimento ou rompimento dos vasos que levam o sangue ao cérebro causam o AVC. Quanto mais rápido for o diagnóstico e o tratamento, maiores serão as chances de recuperação. Perda súbita da força muscular em um lado do corpo; formigamento/dormência em um lado do corpo; dificuldade para falar e/ou compreender o que se fala; perda visual repentina, particularmente de um olho apenas; tontura/vertigem e/ou dificuldade no equilíbrio e dor de cabeça súbita, diferente de todas que a pessoa já sentiu, sem causa aparente, são sintomas do AVC.

A hipertensão arterial (pressão alta), o diabetes, colesterol alto, tabagismo e sedentarismo são fatores de risco da doença. “Conscientizar a população do risco dos maus hábitos é fundamental. A prática de exercícios regulares e uma alimentação mais saudável são recomendadas para se evitar um acometimento de AVC”, destaca Rogério.

Fique atento aos sinais e sempre alerta, pois com as informações e o conhecimento necessária, você pode se proteger e ajudar a salvar vidas!

 

Serviço:

Ação de prevenção contra acidente vascular cerebral (AVC)

Data: 27/10, domingo

Hora: das 8 as 12hrs

Local: Parque Adahil Barreto

Aberto ao público

 

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *