Estudo mostra relação entre dores e tecnologia
8 de maio de 2015
Sebrae é escolhido para participar de programa da IBM
8 de maio de 2015

Já viu a capa de maio da Glamour? Dica: ela teve um filho há quase um ano, é casada com um música e está prestes a estrelar um musical, ao lado de Carolina Dieckmann e Tiago Abravanel (viu a notícia? Informamos aqui). Ah, e ela também é jurada em um programa que revela novos talentos musicais. Sim! Estamos falando dela! A edição de maio traz Sandy na Glamour!A revista a trouxe em seu primeiro ensaio após a licença maternidade. Além de linda, percebe-se a amabilidade de Sandy em suas declarações – quando ela se derrete toda por seu primogênito. Recentemente, a moça vem sendo criticada por sua atuação como jurada no programa da Globo, SuperStar.

Em entrevista, ela afirma que as pessoas não entendem seu desejo de se preservar, de ser discreta sobre sua vida pessoal: “‘Qual o problema de você revelar seu filho pros seus fãs?’, me perguntam. Confundem isso com arrogância. Só que tenho muita necessidade de guardar algo só pra mim. Sabe? Preciso ter algo meu que não é do mundo todo”.

Sobre seu trabalho no programa, ela diz que não se sentia pronta para encerrar a licença, e que tinha planos diferentes para continuar a carreira, mas o convite era irrecusável. Ela e o marido adoram o TV show. Contra a imagem que as pessoas têm dela, Sandy declara: “Sou brava! Posso falar bem duro. Detesto me sentir injustiçada. Discuto, faço valer meus argumentos. É bem difícil eu mudar de ideia. Sou teimosa demais!”.

sandy-na-glamour.nopatio2

Sobre seu maior amor, o filho Theo, a esposa de Lucas Lima revela que, antes da maternidade, achava frescura a mulher parar de trabalhar e/ou anular a vida em prol do filho – mas mudou de opinião drasticamente. “Maternidade é uma experiência pessoal e intransferível. Eu fiquei muito mal quando voltei ao trabalho agora. Ontem fui pro Rio fazer o programa – saí de casa chorando – e acabo de chegar a Campinas. Foram 11h sem ver o Theo e isso me faz sofrer demais”.

Com a nova experiência, a cantora diz que aprendeu a se doar ao outro e a se adaptar ao que o filho precisasse: “Na terapia, pensava: “Será que sou egoísta e autocentrada? Será que vou conseguir ser o que ele precisa que eu seja?”. E foi tudo tão instintivo! Não me esforcei… meu filho precisou, eu tava ali”.

Quem ouve ela falando do Theo, no SuperStar, percebe que ela é uma ótima mãe, não é, gente?

Fotos: Robert Astley Sparke/Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *