“Os Dez Mandamentos” ultrapassa “Star Wars: O Despertar da Força”
18 de janeiro de 2016
Prefeitura de Fortaleza lança app Rede Cuca
18 de janeiro de 2016


O No Pátio já mostrou em outras matérias que o número de brasileiros que apostam em montar um negócio próprio tem crescido a cada dia. Para quem tem o sonho de trabalhar na sua própria empresa e ser dono do próprio nariz, o Sebrae lista os setores mais promissores para 2016.

Segundo o órgão, as melhores apostas de investimentos para este ano são os setores de saúde, beleza, alimentação e educação, pois as franquias de serviços estão em frequente crescimento e o custo para mantê-las costuma ser baixo. Agora que você já sabe quais setores estão em alta, confira algumas dicas que podem ajudar você nessa caminhada.

De acordo com o gerente da Unidade de Acesso a Mercado do Sebrae Bahia, José Nilo Meira, o sucesso do negócio está ligado à afinidade do empreendedor com a atividade na qual se quer investir.

“Procure sempre alinhar o que lhe realiza com aquilo considerado viável. Quem não gosta da noite não abre uma boate”, orienta. O gerente destaca também a importância de se posicionar no lugar do cliente, observando que tipo de serviço/produto ele deseja em um determinado local.

Para Nilo, uma das atividades mais importantes antes de abrir a empresa é procurar o melhor local para instalar o negócio. É necessário, portanto, analisar o processo de logística e venda da mercadoria, facilidade de acesso dos clientes ao local, estacionamento, distância entre rodovias, sistema bancário, bem como todos os custos fixos envolvidos no imóvel para a instalação do empreendimento.

Setor da alimentação é um dos que está em constante crescimento.

Setor da alimentação é um dos que está em constante crescimento.

Além das dicas do José Nilo, o Sebrae listou as principais recomendações para quem quer investir no sonho de ter o próprio negócio em 2016. Confira:

– Pesquise a realidade do mercado que pretende atuar, identifique seus públicos, fornecedores e concorrentes;

– Não tenha limites para obter dados do negócio que pretende criar. Pesquise e converse com especialistas e pessoas do ramo de interesse;

– Fique atento aos empreendimentos que exigem a autorização do Corpo de Bombeiros, da Vigilância Sanitária, e/ou de outros órgãos;

– Invista no planejamento, monte o modelo e plano de negócios. Esquematize todos os setores da empresa, incluindo finanças, recursos humanos, marketing, logística e outros;

– Participe de capacitações, veja qual a solução mais adequada para suas necessidades nos setores de finanças, vendas, relacionamento com cliente e com o público;

– Fique atento às mudanças do contexto econômico, as oportunidades de mercado e os riscos que podem ocorrer;

– Saia da informalidade, regularize sua empresa para obter benefícios e permitir o crescimento no mundo empreendedor.

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *