Edital Escolas da Cultura: Resultado final
1 de agosto de 2017
Espetáculos celebram seis anos do Outro Grupo de Teatro
1 de agosto de 2017

Um espaço de história e muita arte

As paredes de alvenaria já presenciaram estranhamento e curiosidade do público, assim como diversos sentimentos que emergem de seus visitantes. Já presenciaram antigos clientes das pensões alegres que funcionaram em outras décadas, e escutaram atentamente as histórias da passagem do tempo. Além de alvenaria, o Sobrado Dr. José Lourenço é feito de gente, tinta, telas, cores, sensações, tudo congregado em cada canto nesses 10 anos de inauguração como equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult).

Planejado para ser anexo do Museu do Ceará, foi pela intervenção de Dodora Guimarães que se descobriu o Sobrado como local para as Artes Visuais e Plásticas do Estado. Assim, em 2007 surge um espaço pleno de possibilidades e com grande potencial para fomentar a cultura e promover  novos artistas, assim como o intercâmbio de experiências entre os profissionais do mundo das artes.  De suas largas paredes emanam narrativas que integram a História da Saúde do Ceará e as linhas de seus traços arquitetônicos revelam um jogo de imponência e distinção social ao cruzar várias tendências da Arquitetura de maneira única em Fortaleza.

Atualmente, suas paredes tombadas recebem trabalhos de naturezas distintas, que contribuem para a construção da história e memória do setor artístico cearense. O equipamento é um Museu em constante debate, que dialoga com seu entorno e democratiza o acesso à cultura, principalmente por compreender que esse processo está muito além de prover uma programação gratuita de qualidade, desenvolvendo mecanismos que possibilitem a acessibilidade em seu sentido amplo.

Localizado na rua Major Facundo (154), no Centro da cidade, o  Sobrado possui três pavimentos onde há espaços expositivos, espaço de convivência, biblioteca, espaço para café, auditório, reserva técnica e área administrativa.  Suas atividades envolvem uma Biblioteca de Artes Visuais, Ação educativa para o patrimônio, exposições de curta duração, oficinas, workshops, Cineclube, Cafés do Zé e o evento mais recente adicionado ao calendário: Exposição/Fórum. O trabalho da equipe é pautado nas ações voltadas às Artes Visuais, às exposições e ao espaço estrutural em si, refletindo questões ligadas às Artes, Educação, Patrimônio  e Memória.

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *