Bangs, nova opção de bar em Fortaleza
7 de julho de 2015
Justin Bieber escapou de um tubarão
7 de julho de 2015

Você é adepto do Co-Wash?

Tem algo melhor que lavar o cabelo, gente? Certo que, de vez em quando (principalmente, quando a gente está com pressa), dá preguiça, dá aquela vontade de deixar para outro dia, mas o que é melhor que ficar com os fios soltinhos, limpos e cheirosos? Ai, é tão bom! Se você tem um cuidado mais especial com seus fios, vai amar a matéria de beleza de hoje do Portal No Pátio!Não vamos falar especificamente de shampoos. Aliás, ele foi citado apenas para uma breve explicação: embora conhecidos como fundamentais para a limpeza dos cabelos (no caso das loiras, ainda tem o tipo desamarelador, que colabora para manter os fios com uma cor acinzentada), eles não são os únicos que podem fazer isso. Algumas mulheres até abrem mão do uso, porque os agentes detergentes (como o Sodium Lauryl Sulfate) acabam por, além de higienizar, eliminar a oleosidade natural do couro cabeludo. Mesmo quem tem cabelo oleoso, não deve abusar, pois o uso exagerado deixa os fios ressecados e com aspecto opaco.

Voltando ao assunto: há uma boa forma de limpar os cabelos sem fazer uso de shampoo. E se… O condicionador não servir só para… Condicionar? Haha E se ele também atuar na limpeza e, nesse processo, hidratar os fios? Isso é possível, sim! Essa técnica se chama co-wash!

O nome vem do inglês: co de conditioner (condicionador) e wash de lavar, limpar. Mas não é qualquer condicionador. É preciso prestar atenção à composição: não podem haver nem petrolatos nem silicones insolúveis (porque são ingredientes que só os shampoos retiram e, também, que danificam as madeixas). Fora isso não existe segredo: basta usar o condicionar e enxaguar em seguida.

Se você está se perguntando de onde surgiu essa técnica (que está virando moda), ela faz parte de outra técnica criada cabeleireira inglesa Lorraine Massey, autora do livro “Curly Girl” (algo como “Garota Cacheada”), que criou o “No Poo“, um processo de cuidados para cabelos cacheados que incluem a substituição do shampoo pelo condicionador. A cabeleireira achava desnecessária a quantidade de sulfatos nos shampoos. Através da técnica do “No Poo” (que já é assunto de outro post), ela dispôs maneiras de manter o couro cabeludo limpo e com sua oleosidade natural, ou seja, um cabelo mais saudável e bonito.

Claro que, por não fazer espuma por não conter sulfato, é de se questionar se o condicionar limpa de verdade. Sim! Até porque alguns produtos possuem agentes antissépticos, que removem as impurezas e as bactérias que possam estar contaminando as madeixas. Apesar de tantos benefícios, o co-wash não é indicado para os fios mais oleosos, embora seja ideal para cabelos mais secos e adeptos de químicas, como relaxamentos e colorações. Para cabelos com oleosidade em excesso, é recomendado o “Low Poo”, uma espécie de adaptação do “No Poo”, mas menos rigoroso e que faz uso de shampoos, mas com sulfatos não tão agressivos.

Entre as diversas vantagens do co-wash, anote aí: mantém o cabelo mais macio; pode ser feito sempre que tomar banho, melhora a aparência do cabelo, etc. E mais uma dica: pode ser potencializado com óleos naturais, como de rícino, de coco ou de amêndoas, encontrados em lojas de produtos naturais ou em farmácias.

Gostou e quer aderir? Separamos algumas dicas de condicionadores que podem ser usados no processo e com um preço camarada!

condicionadores-co-wash

  1. Yamasterol: R$5,99
  2. Elsève Liss Intense (L’oréal): R$15,59
  3. Phytoervas – Antiqueda: R$19,90
  4. Surya Brasil: R$15,00

condicionadores-co-wash2

  1. Deva Curl: R$59,90
  2. Ouidad Curl Co-Wash: R$89,00
  3. L’oréal Professionnel Ever Crème: R$159,00
  4. TRESemmé Naturals (vendido lá fora): R$20,00

 

Podemos investir, sim ou claro? Gostou da técnica? Comenta aí!

 

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *