Visitas à equipamentos de segurança são agendadas por Comissão de Direitos Humanos
25 de abril de 2017
Fortaleza é o único destino brasileiro apontado em pesquisa para viagens em família
25 de abril de 2017

Você acaba almoçar e minutos depois a fome aparece. Antes de dormir, mesmo jantando, sempre tem a necessidade de beliscar alguma coisa. Calma, você não é o único no mundo a ter essa sensação de fome constante! Um novo estudo, publicado recentemente no periódico científico Journal of Clinical Investigation, sugere que a vontade de comer sem parar está relacionada ao consumo de sódio.

De acordo os cientistas envolvidos na pesquisa, o sódio – aquele alimento apontado como um dos maiores vilões da saúde no momento, que pode atrapalhar a dieta não só pela razão comumente associada a ele: o inchaço – é o responsável por aumentar a sensação de fome, o que pode contribuir para o ganho de peso.

A PESQUISA…

No estudo, pesquisadores alemães e americanos acompanharam dez astronautas russos que participaram de programas de simulação de voo entre 2009 e 2011. Na época, os homens estavam vivendo em ambientes estritamente controlados, o que tornava-os participantes ideais para pesquisas metabólicas e nutricionais.

O objetivo dos cientistas era analisar o que aconteceria no corpo dos astronautas após uma redução gradual na quantidade de sódio ingerida diariamente – de 12 gramas (quantidade média da dieta russa) para 6 gramas (quantidade recomendada por especialistas em saúde).

DESMENTINDO A SABEDORIA POPULAR…

Ao contrário do que se acreditava, os pesquisadores descobriram que o consumo de altos níveis de sódio pode fazer a pessoa beber menos líquido e não mais. A comprovação veio com os resultados dos participantes, que bebiam menos água quando ingeriam maiores quantidades de sal.

“Faz sentido que em uma dieta rica em sal o corpo queira prevenir a perda de água. Então os rins precisam encontrar uma forma de aumentar a quantidade de água e, se você tem um alto teor de água no corpo, você sentirá menos sede”, disse Jens Titze, um dos autores do estudo e professor de medicina, fisiologia molecular e biofísica na Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos.

AUMENTO DA FOME…

Os voluntários também relataram sentir mais fome quando estavam na dieta com alto teor de sódio, apesar de ingerirem a mesma quantidade de calorias e nutrientes da alimentação com menos sal. Uma possível explicação para isso é que o corpo gasta mais energia para conservar a água.

Agora é ir com calma na substância, não é gente? Afinal, sair devorando tudo causa sérios problemas com a balança.

Fotos: Reprodução.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *