Elite estreou na última sexta e nossa vida social acabou no fds!
8 de outubro de 2018
O pessoal tuitou as frases bizarras que ouviram na fila da votação!!!
8 de outubro de 2018

Bizarro! Busca por selfie perfeita matou quase 300 pessoas no mundo!

Desde que as redes sociais ficaram cada vez mais populares – e com a popularidade de cada um sendo medido em likes e curtidas, a procura pela selfie perfeita está cada vez maior. Ângulos diferentes, poses, maquiagem, cabelo, cenário… Tudo é minimamente calculado em pro da imagem perfeita para ser postada no Facebook ou Instagram. Até onde você iria pela selfie perfeita? Para várias pessoas ao redor do mundo, infelizmente, o caminho foi até a morte…

Segundo a rede de notícias BBC, pesquisadores da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos analisaram diversas notícias relacionando a morte de pessoas com tentativas de tirarem fotos. Com base nos dados levantados, eles chegaram à conclusão de que cerca de 259 pessoas já perderam a vida entre 2011 e 2017, tentando tirar a selfie perfeita.

Um caso recente é o de Tomer Frankfurter. O jovem caiu de uma altura de 250 metros enquanto registrava uma selfie no Parque Nacional Yosemite, nos Estados Unidos. A gente já mostrou aqui o caso de um chinês conhecido por suas “selfies nas alturas”, que acabou filmando a própria morte ao perder a força do braço e cair de um edifício.

São pessoas que se arriscaram em lagos, topos de prédios, beira de pedras e penhascos e outros locais perigosos. O resultado foram vários afogamento, acidentes de transporte e quedas. Essas foram as causas mais comuns. Porém, é preciso adicionar à lista outras causas como eletrocussões e mortes causadas por incêndio, animais e armas de fogo.

Segundo os pesquisadores, esse número pode ser ainda maior. Isso porque nem todos os casos de pessoas que morreram tentado fazer uma foto são computados como tal. Eles ressaltam que os números aumentaram de três para 93 em apenas seis anos.

Será que vale tudo por uma selfie?

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *