Comercial de A Freira é removido por ser muito assustador!
17 de agosto de 2018
6 sobremesas rápidas, fáceis e saborosas
17 de agosto de 2018

5 calmantes naturais que ajudam a tratar a ansiedade, insônia e até depressão

Depressão e ansiedade hoje em dia são consideradas os males do século. Elas atingem pessoas de todas as idades, raças e classes, sem distinção e, infelizmente, é cada vez mais comum e mais banalizado o uso de drogas psiquiátricas contra esses distúrbios, que geralmente vêm acompanhados de insônia e outros sintomas mentais, como o pânico, a compulsão alimentar, e fobias diversas. Drogas pesadas com inúmeros efeitos colaterais, causadoras de dependência e que não curam o problema.

Nesse contexto, os “calmantes naturais” surgem como uma alternativa mais segura, prometendo não causar prejuízo ao organismo, mas, ao mesmo tempo, ajudando a pessoa a controlar crises de ansiedade ou outros problemas relacionados. Quem nunca ouviu, por exemplo, a orientação de tomar chá de camomila para se acalmar?

Dentre os meios alternativos para amenizar esses distúrbios podemos citar a terapia através de calmantes naturais, que além de naturais, prometem diminuir efeitos da ansiedade, insônia e até depressão, que surgem na vida dos indivíduos esporadicamente. E como começo de semana é sempre um tempo de mais ansiedade e stress, nós resolvemos compartilhar por aqui hoje exemplos de calmantes naturais que realmente fazem a diferença e podem ser grandes aliados na correria do dia a dia. Vem ver!

◊ Erva de São João

A Erva de São João é uma planta muitas vezes usada como laxante, diurético, para tratamento de insônias dores de cabeça etc. É conhecida ainda por ajudar no combate à depressão, bloqueando a recaptamento de serotonina e receptores de serotonina. E vamos combinar que o nome ainda tem tudo a ver com o mês junino, hein?? 😉

◊ Cardamomo

O Cardamomo é uma planta muito completa e cheia de benefícios para a mente e para o corpo como um todo! Ele possui propriedades antissépticas, analgésicas, diuréticas, digestivas, expectorantes, laxantes e sedativas. É uma planta indicada para o tratamento de bronquite, asma, artrite, distúrbios intestinais e digestivos, cólicas, inchaços, reumatismos e vermes. É ainda uma excelente opção para auxiliar o tratamento de resfriados e gripes, já que previne a formação dessas doenças e ajuda na excreção do muco das vias aéreas.

Segundo o nutricionista norte-americano David Grotto, autor do livro “101 alimentos que podem salvar a sua vida”, o cardamomo exerce um grande efeito calmante no aparelho digestivo, sendo eficaz para tratar dispepsia, gastrite e úlceras, além de aliviar problemas estomacais como vômitos, náuseas e dores de estômago.

◊ Estragão

Trata-se de uma planta medicinal, com efeito estimulante na digestão, usada principalmente contra distúrbios digestivos em chás ou tintura. Tem efeito maior na digestibilidade, mas também age como analgésico, evitando a dor e acalmando a pessoa. Além dessas substâncias citadas, a orelha-de-leão é comumente utilizada como calmante. Mas, ainda são necessários mais estudos científicos sobre sua ação.

◊ Camomila

A dica “tome um chá de camomila para se acalmar” realmente faz sentido! Isso porque o principal nutriente da camomila são os flavonoides, que têm ação anti-inflamatória e são excelentes antioxidantes, combatendo radicais livres e prevenindo doenças crônicas.

Além disso, contém a cumarina, também antioxidante, e a glicenia, que é a substância que exerce o poder calmante sobre os nervos, ajudando a relaxar. O flavonoide apigenina que está presente na planta liga-se a receptores GABA de maneira semelhante aos benzodiazepínicos, atuando na redução da ansiedade.

◊ kava-kava

O kava-kava é considerada um ansiolítico, muito usada há mais de três mil anos pelos nativos de ilhas polinésias e da Malásia, para o tratamento de doenças, isso por possuir um efeito sedativo. De acordo com especialistas, ainda há muito a ser estudado sobre seus efeitos ansiolíticos, mas, de toda forma, ela só deve ser utilizada com prescrição médica, uma vez que seu uso possui contraindicações e interage com medicamentos usados. O seu uso contínuo, ou até mesmo em excesso, pode ocasionar insuficiência hepática. 

Lembrando que não basta colocar todas as suas expectativas em cima de calmantes naturais! É preciso se esforçar no dia a dia para ser uma pessoa mais calma, para combater o estresse, a ansiedade e a insônia. Com tudo isso e seguindo nossas dicas, com certeza esse período ruim vai passar. Boa sorte e boas vibes pra semana toda!

Fotos: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *