Vitória contra a França deixa seleção mais confiante, diz Felipão
10 de junho de 2013
Governo fala sobre segurança pública e movimentos antiviolência
10 de junho de 2013

Descarte inadequado de lixo eletrônico ainda é problema no Brasil

Descarte inadequado de lixo eletrônico ainda é problema no Brasil
Segundo dados do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) o Brasil é a nação que mais gera lixo eletrônico entre os países emergentes. Em todo o mundo são aproximadamente 40 milhões de toneladas geradas todos os anos.

No Brasil são por volta de 97 mil toneladas de computadores, 2,2 mil toneladas de celulares e 17,2 mil toneladas de impressoras descartadas todos os anos. Com o avanço da tecnologia os produtos são cada vez mais obsoletos e acabam sendo descartados de forma inadequada no meio ambiente.

Equipamentos eletrônicos possuem substâncias químicas (chumbo, cádmio, mercúrio, berílio, etc.) em suas composições e se não forem descartados adequadamente podem contaminar o solo e a água. O contato das pessoas com essas substâncias nos lixões ou através da água e alimentos produzidos em solo contaminado pode provocar doenças graves.

Alguns dos materiais considerados como lixo eletrônico:

  • Monitores de computadores
  • Telefones celulares e baterias
  • Computadores
  • Televisores
  • Câmeras fotográficas
  • Impressoras

 

Muitas empresas em suas lojas e fábricas ou em outros estabelecimentos e locais públicos fazem essa coleta. O Instituto Claro, por exemplo, até fez uma animação falando dos riscos do descarte indevido e mostra ainda seu trabalho de coleta desses materiais.

[youtube width=”600″ height=”344″]http://www.youtube.com/watch?v=Yo7obqWfMmU[/youtube]

 

Foto e vídeo: reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *