Desfralde Consciente – Saiba como promover sem desrespeitar o tempo da criança!
17 de maio de 2019
Oficina de improvisação em dança com Daniela Cantillo
20 de maio de 2019

DFB 2019 – O que rolou no segundo dia de evento

Ontem, 16 de maio, aconteceu o segundo dia do DFB 2019. Além dos shows, da gastronomia, exposições, performances, e muitas outras coisas, o evento traz sempre um line up fashion incrível, recheado de nomes de peso e novos talentos, e o melhor de tudo é que a programação é inteira gratuita. O Hype estará presente em todos os dias do evento e vai sempre te trazer um resumo de tudo o que rolou nas passarelas. Ah, e se você perdeu o primeiro dia, vem conferir aqui o que é que foi desfilado no DFB 2019!

ESC

A ESC trouxe para sua passarela do DFB 2019 um beachwear com muita classe, mas que não foge do que a mulher contemporânea busca. A cartela de cores, restrita ao azul, roxo e off white, é a maior responsável por imprimir a leveza que vemos na coleção. Os recortes e pregueados criam texturas super interessantes para as peças. As estampas geométricas da ESC trazem uma pegada bem moderna, deixando o beachwear com uma cara nova e fresh!

Saldanha

Com uma estética contemporânea, que amarra suas narrativas entre a antiguidade até os tempos atuais, deixou a passarela mais fresca, cheia de delicadezas esvoaçantes até chegar em uma energia pura; tudo muito bem bordado por uma cartela de cores que partia do branco 100%, passava pelos tons de areia e desembarcava no neon.

Jangadeiro Têxtil

Marina Bitu e Gisela Frank foram os dois nomes convidados para se unirem á Jangadeiro Têxtil para a coleção desfilada no DFB 2019. E o que pudemos ver dessa união foram duas silhuetas distintas, mas que se complementaram e fizeram total sentido para a proposta apresentada. O clima praiano, em muito reforçado pela trilha sonora escolhida pelos Djs da festa Tome Batom Vermelho, ganhou uma pitada retrô da já conhecida alfaiataria de Gisela, e veio com a fluidez de Marina, tornando tudo mais leve.

Bruno Olly

O estilista trouxe a objetificação da força em um cenário pós-luta, onde os modelos mal-encarados vestiam-se com um mix de indumentárias que traziam peças do feminino para o masculino – como o uso de croppeds, por exemplo – além das técnicas do upcycling no denim. A cartela de cores, assim como sua essência primeira, veio mista. O minimalismo do branco, preto e vermelho, já amplamente utilizado por Bruno, deram abertura para o uso do laranja e do verde militar.

Rendá

A Rendá, nome sempre presente no line up de desfiles do Dragão Fashion, traz para sua passarela a história do bordado richelieu, desde a França até chegar nas mãos das tradicionais rendeiras cearenses. O primeiro momento traz grandes referências ao estilo francês, representado nas modelagens, casquetes e, principalmente, na trilha sonora. A marca apostou em uma paleta de cores que foge do tradicional branco da renda richelieu. Os tons vão do rosa mais lavado ao roxo mais vibrante.

David Lee

Com uma coerência que já faz parte de seu repertório, o estilista cearense David Lee levou o sol, muita tropicalidade e um mood confortável para o homem contemporâneo com sua coleção Under The Sun. Totalmente descomplicada e com uma pegada vintage amarrado pelos pés, sempre com meias coloridas, a silhueta reta e larga mostra todo o estilo produzido pelo designer.

Wagner Kallieno

O expressionismo abstrato foi o ponto de referência para o designer criar a coleção desfilada. Nesse novo trabalho o designer vem falar de amor, mas com uma pegada mais subjetiva, e cheio de referências em cartas de amor de ninguém menos que Shakespeare. As peças vêm com aplicações de strass, dando uma pitada ‘de noite’ para o sport wear. A beleza vem sexy, com um cabelo molhado, e uma pele saudável. O designer levou para sua passarela o lançamento de sua linha de sunglasses também!

O que achou do segundo dia de DFB 2019?!

Fotos: Reprodução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *