Gênio, solitário e sem amigos
8 de abril de 2016
Dica do dia – Kits Bestbronze na Cosbel do OFF Outlet
10 de abril de 2016

Seja o mais básico, feito de tomate, com textura aveludada e cremosa, ou o mais requintado, feito o pesto, com seu sabor forte e marcante. A grande verdade é que os molhos nos ajudam a dar um sabor a mais na comida e é quase impossível resistir a eles.

Quando falamos em molhos, o de tomate é o primeiro que vem à nossa cabeça, não é? E se você faz parte do time que adora molhos, mas que só sabe essa receita, o No Pátio preparou um guia definitivo de molhos, com sugestões que servem tanto para pratos salgados como doces. Veja a seguir os molhos mais importantes na cozinha e que tipo de comida é possível servir com eles:

Guia definitivo de molhos 2

BECHAMEL

É o famoso molho branco, que pode virar tantos outros molhos se combinado com variados ingredientes. Tem textura suave e sabor pronunciado de leite, seu principal ingrediente.

Ingredientes:

– 100g de manteiga;
– 100g de farinha de trigo;
– 1 litro de leite;
– 1 cebola;
– 2 folhas de louro;
– 3 unidades de cravo;
– Sal a gosto;
– Pimenta-do-reino a gosto;
– Noz moscada a gosto.

Modo de preparo:

Corte a cebola em quatro pedaços e, com o cravo, espete a folha de louro. Reserve. Em uma panela, derreta a manteiga e adicione a farinha aos poucos, mexendo sempre para fazer um roux. Adicione a cebola e o leite e mexa até levantar fervura. Quando isso acontecer, abaixe o fogo e continue mexendo por mais dez minutos, até que a misture engrosse.

Confira no vídeo algumas receitas que têm o bechamel como base:

[youtube width=”850″ height=”550″]https://www.youtube.com/watch?v=B7Kn1RHUpJs[/youtube]

ESPANHOL

É a base para todos os molhos escuros e é preparado com caldo de carne, extrato de tomate, farinha, manteiga e mirepoix (sobras de legumes que são cozidas e formam um caldo bem cheiroso).

Ingredientes:

– 2 litros de caldo de carne;
– 1 cenoura picada em cubinhos;
– 1 cebola média picada;
– 50g de toucinho cortado em cubinhos;
– 1 copo de purê de tomate;
– 1 ramo de tomilho;
– 1 folha de louro;
– ½ copo de vinho branco seco;
– 150g de roux escuro.

Guia definitivo de molhos 3

Modo de preparo:

Em uma panela funda, derreta o toucinho, acrescente as ervas e deixe tostar ligeiramente. Retire a gordura e adicione o roux. Coloque o caldo (bem quente) e, logo depois, o vinho. Cozinhe lentamente, em fogo baixo, por duas horas, retirando sempre as impurezas que sobem à superfície. Enquanto isso, refogue os legumes em uma frigideira, regando com o vinho. Acrescente os legumes ao molho e junte um copo de purê de tomates, cozinhando por mais uma hora, sempre retirando as impurezas. Coe e deixe esfriar, mexendo constantemente para evitar a formação de película.

◊ Dicas de pratos: Carne vermelha frita, assada, salteada ou flambada.

MOLHO DE TOMATE

De todas as receitas que o No Pátio apresentou neste guia definitivo de molhos, o de tomate é o único que não obedece a quantidades super certinhas, sendo assim um molho bem democrático, que pode ser feito a olho.

Ingredientes:

– 6 tomates sem pele;
– 1 colher (sopa) de azeite de oliva;
– 2 dentes de alho picados;
– 1 cebola picada;
– 1/4 xícara (chá) de manjericão fresco picado.

Guia definitivo de molhos 5

Modo de preparo:

Corte os tomates ao meio. Retire as sementes e pique-os. Reserve. À parte, aqueça o azeite numa panela e refogue o alho e a cebola por cinco minutos, sem deixar dourar. Adicione o tomate, o manjericão e cozinhe por cinco minutos. Vá amassando o tomate com uma colher de pau até que solte líquido sufi ciente para envolver a massa, sem apurá-lo. Retire do fogo e sirva com a massa de sua preferência.

◊ Dicas de pratos: Pizza, espaguete e, por ser versátil, no que mais sua imaginação permitir.

PESTO

O pesto é um molho frio, sinônimo e símbolo de Génova e de toda a região da Liguria, cuja preparação é muito simples se você seguir as nossas dicas com um pouco de atenção.

Ingredientes:

– 50g de manjericão fresco (folhas apenas);
– 2 dentes de alho;
– 100ml de azeite extra virgem de oliva;
– 6 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado (cerca de 70 gramas);
– 2 colheres (sopa) de queijo pecorino ralado (cerca de 30 gramas). Importante: se você não encontrar o queijo pecorino, você pode substituí-lo com mais queijo parmesão;
– 1 colher (sopa) de pinoli (cerca de 30 gramas).

Guia definitivo de molhos 6

Modo de preparo:

Lave as folhas de manjericão mas não com água e sim com um pano úmido. Este processo é muito importante para obter um excelente molho pesto, uma vez que as folhas de manjericão devem estar secas e não podem estar enrugadas. Coloque todos os ingredientes, menos o queijo, no liquidificador. Bata tudo lentamente até que a mistura vire um composto líquido e cremoso. Neste ponto, adicione o queijo e mexa bem até que tudo fique bem misturado. Mantenha o molho pesto na geladeira por cerca de três dias, num recipiente hermético, tendo o cuidado de cobri-lo com uma camada de azeite extra virgem de oliva.

◊ Dicas de pratos: Lasanhas, carnes ou peixes.

HOLANDÊS

É um molho clássico da culinária francesa, feito com gemas, manteiga e algum ingrediente ácido, como vinagre de vinho branco.

Ingredientes:

– 3 gemas;
– 3 colheres de sopa de água quente;
– 175 gramas de manteiga em temperatura ambiente (sem sal);
– Suco de ½ limão.

Guia definitivo de molhos 4

Modo de preparo:

Para o banho maria, escolha uma panela de fundo grosso. Bata, sempre na mesma direção, as gemas e as colheres de sopa de água quente até crescer bem. Mexa em fogo baixo de três a cinco minutos. Junte, aos poucos, as 175 gramas de manteiga. Continue batendo e adicione o suco de ½ limão e pronto!

◊ Dicas de pratos: Acompanhe com aspargos e substitua a maioneses das saladas.

Segundo historiadores, a invenção do molho foi a 5000 A.C, quando os indo-paquistaneses usavam molho curry para conservar os alimentos, assim como os chineses usavam o caldo de gengibre. Mas a invenção e o uso certo do molho teve o seu primeiro registo a cerca de 500 A.C, por um cozinheiro grego chamado Sicanus Lebdacus, que ganhou a fama por toda a Europa como o inventor do molho, após descobrir uma maneira de eliminar o mau cheiro dos alimentos estocados na cozinha.

Verdade ou não, quem resiste a um bom e delicioso molho? Com as dicas que o No Pátio reuniu neste guia definitivo de molhos, fica difícil não ir agora mesmo correndo para a cozinha testar as nossas receitas.

Fotos e vídeo: Reprodução. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *