Grupo de cardeais criado pelo papa Francisco vai propor reformas na Igreja
15 de abril de 2013
Começa hoje o Fashion Rio verão 2014
15 de abril de 2013

Indiano planta sozinho uma floresta de 1400 hectares

Indiano planta sozinho uma floresta de 1400 hectares

É costume em diversas culturas e crenças o plantio de árvores. Para algumas delas os espíritos de vários deuses habitavam nessas, que para muitos, são seres sagrados. E você já plantou uma árvore? Se sim, ou se não, com certeza não devem ter sido tantas como as que o indiano Jadav “Molai” Payeng plantou.

A área que ele plantou já corresponde a 550 campos de futebol. Tudo começou com uma tentativa de combater os efeitos do aquecimento global na ilha Majuli, onde vive, no Nordeste da Índia. A ilha fica no meio do rio Bramaputra e, nos últimos 100 anos, perdeu mais de 70% de sua massa de terra devido a erosão.

Para combater os efeitos da erosão, Payeng começou a plantar várias árvores, em um lugar que diziam pra ele que só nasceria bambu. Da terra inabitada e, na concepção de alguns, infértil, muitas árvores são hoje abrigo para diversos animais, como rinocerontes, tigres e elefantes, em uma área de 1400 hectares de floresta.

Filme

A iniciativa do indiano está sendo transformada em um documentário de aproximadamente 30 minutos que deve ser finalizado este ano. Sobre Payeng, os produtores dizem ser um homem “incrivelmente hospitaleiro e atencioso”.

“Nós compartilhamos chá com ele em sua casa de bambu e aprendemos sobre como ele ganha a vida entre o plantio de árvores para a sua floresta e vendendo leite. Descobrimos que ele é um homem forte e inteligente que é humilde e generoso, e teve muitos insights sobre como os seres humanos estão impactando o meio ambiente”, completam.

Na gratuidade de quem não só espera um futuro melhor, mas constrói, planta com suas próprias mãos esse futuro, Payeng é, sem dúvidas, um exemplo a ser seguido. Enquanto muitos em nome do falso desenvolvimento arrancam, ele planta, para continuar gerando vida.

 

Fotos e vídeo: reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *