palestras do TED
3 palestras do TED para inspirar em pleno Mês do Orgulho LGBTQ+
28 de junho de 2022
Receita do dia – Picadinho de carne com legumes e milho
28 de junho de 2022

Casa Transformar é abrigo para pessoas LGBTQIA+ em Fortaleza

Infelizmente, apesar de vivermos em pleno ano de 2021, o preconceito contra pessoas da comunidade LGBTQIA+ ainda é grande. Ainda é comum vermos pessoas sofrendo homo e transfobia e mais, serem expulsas das próprias casas simplesmente por serem quem são. Então, para acolher e ajudar essas pessoas é que surgiu a Casa Transformar, um importante abrigo para pessoas LGBTQIA+ na cidade de Fortaleza.

Criada pela funkeira trans, Nicole (conhecida como Nik Hot) e seu companheiro, o cabelereiro Davy Lima, a casa é um espaço de acolhimento a pessoas LGBTQIA+ que estejam em situação de vulnerabilidade econômico-social e exclusão familiar. Segundo Nik, a ideia surgiu porque, sempre que algum amigo era expulso de casa por sua sexualidade, ela a convidava para ficar na sua casa. Com o tempo, o número de pessoas foi aumentando, então ela resolver criar o abrigo.

Localizado no bairro Siqueira, na periferia de Fortaleza, a Casa Transformar é uma iniciativa sem fins lucrativos. Nik e Davy tentam oferecer mais do que moradia no espaço. Eles também buscam parcerias para a realização de cursos profissionalizantes a fim de ajudar os moradores a encontrarem empregos e saírem da situação de vulnerabilidade econômica. Além disso, eles também tentam oferecer acompanhamento psicológico profissional, também de forma gratuita.

A Casa Transformar precisa de apoio

Nem Nik nem Davy cobram dinheiro dos moradores para que eles possam ficar no abrigo. E a Casa Transformar também não recebe nenhum tipo de apoio do governo. Ou seja, ela sobrevive basicamente de doações, de eventos beneficentes e de parcerias voluntárias. Quem quiser realizar uma doação para a casa, basta acessar as Redes Sociais dela e fazer um PIX no valor que ela puder. Também é possível doar tempo e conhecimento. Ou seja, você pode fazer uma visita à casa para realizar alguma oficina de capacitação ou mesmo só levar seu apoio aos moradores. Toda ajuda é mais do que bem vinda!

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.