Questionário Proust – Roberto Cláudio
20 de outubro de 2011
Começou o “SENAI Casa Aberta 2011”
20 de outubro de 2011

Uma campanha chamada “Floresta faz a diferença” contra o projeto do novo Código Florestal lançou nesta quinta-feira (18) uma nova forma de protesto. Artistas famosos, jornalistas e especialistas em meio ambiente foram convidados a dar depoimentos, fazendo um apelo aos senadores que analisarão o projeto. O primeiro vídeo depoimento a ser divulgado foi idealizado pelo cineasta Fernando Meirelles, que fez um pedido a outros famosos, como Gisele Bündchen, Wagner Moura, Rodrigo Santoro e Fernanda Torres, para que eles gravem também vídeos dando suas opiniões em relação ao tema.

A iniciativa da campanha “Floresta faz a diferença” é do Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável, formado por 152 organizações contrárias ao PLC 30/2011, aprovado pela Câmara dos Deputados. Desde seu lançamento, no dia 7 de junho de 2011, o grupo vem mobilizando mais brasileiros a manifestarem que discordam do projeto.

Foram apontados 10 pontos alarmantes, pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Associação Brasileira de Ciências, na proposta do Código Florestal, por isso, devem ser analisados com mais cautela pelos senadores. As instituições já lançaram até um livro para ajudar na modernização do Código Florestal.

O projeto de lei foi aprovado no dia 21 de setembro deste ano, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, porém ainda resta ser aprovado por três comissões, antes de ser votado no plenário. Para mais informações sobre a campanha e para ser um dos apoiadores, acesse o site Floresta faz a diferença. No site você pode assinar o abaixo-assinado virtual, além de ajudar a divulgar também nas redes sociais.

A campanha já possui mais de 20 depoimentos, que podem ser vistos no youtube. Confira abaixo o primeiro vídeo publicado, de Fernando Meirelles.

[youtube width=”600″ height=”400″]http://www.youtube.com/watch?v=fSZ9JB36JtI&feature=player_embedded[/youtube]

Fotos: Reprodução.

1 Comentário

  1. Natalia SA disse:

    Só esqueceram de ler o texto com as propostas de alteração antes de gravar os vídeos e acabaram falanado bobagem. Olhem:
    http://souagro.com.br/%e2%80%9calterar-o-codigo-nao-significa-novos-desmatamentos%e2%80%9d

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *