Mulheres e negros ganharam menos que homens brancos em 2011
26 de janeiro de 2012
Os estilos que vão pegar em 2012!
27 de janeiro de 2012

Rak E: carro ecologicamente correto


Um possante com design inovador e futurista. Quem não sonha com um assim não é?! E se ele ainda for ecologicamente correto, então nem se fala. Esse carro dos sonhos de muita gente, será possível, sim. Ele foi desenvolvido pela montadora alemã Opel e agência de design Kiska. O Rak E, nome do “carrinho”, terá também um baixo custo de produção, o que deve fazer com que ele seja mais acessível ao bolso do consumidor eco friendly.

O visual do carro é bem ousado, ele tem dois lugares e emissão zero de poluentes. O Rak E, é todo cheio de inovações, um trabalho que levou tempo e muita dedicação dos criadores. Tanto o interior, quanto o exterior foram concebidos em um único processo, aplicando-se muitos anos de especialização da Kiska em design automotivo e de motos, engenharia e uso de materiais leves. O resultado é uma quebra entre o design de um carro e uma motocicleta, ou seja: algo novo e bonito não só de ver. Ele ainda é ágil como uma moto, além de ser confortável e seguro. O motor tem 48 cavalos de potência, é totalmente elétrico, e bastam apenas três horas para carregar totalmente a bateria. E não! Ele não é lento. Pode atingir até 120 km/hora em menos de 13 segundos.

O Rak ainda não tem previsão de laçamento, mas confere só outros atrativos dessa belezinha ecológica:

  • A cobertura combina as funções de teto e para-brisa, e oferece uma vista de 270 graus, sem pontos cegos;
  • O volante automaticamente muda de posição quando a cobertura é aberta;
  • O RAK pode ser configurado para operar em modo de baixa potência, com velocidade limitada a 45 km/h;
  • O visual do veículo também foi inspirado em aviões;
  • O projeto mede 1,3 metros de largura, três de comprimento, 1,19 cm de altura e sua configuração garante melhor desempenho aerodinâmico e eficiência energética;
  • As rodas proeminentes do veículo possuem acesso facilitado, bem como a região do motor e suspensão;
  • Para dirigir, o piloto ainda fará o uso de volantes, ao contrário do que tem sido projetado em veículos deste gênero, que atualmente é desenvolvido para ser pilotado por joysticks.

 

 

Fotos: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *