Projetos para a licitação do VLT serão apresentados no dia 8 de novembro
6 de outubro de 2011
Coquetel de lançamento da Casa Cor Ceará 2011
6 de outubro de 2011

Sustentabilidade está no sangue

Quando se fala em doação de sangue muitas pessoas já se assustam, por diversos fatores, desde o medo de agulha ao pensamento de que o procedimento trará algum risco à saúde. É importante deixar claro que o ato de doar sangue dura apenas trinta minutos e salva vidas de muitas pessoas que necessitam de transplantes. Mesmo com todas as informações necessárias sobre o procedimento, ainda é difícil encontrar possíveis doadores de sangue no Brasil e no mundo, para suprir a demanda diária dos hospitais.

Para conseguir novos doadores, podendo assim salvar mais vidas, a Cruz Vermelha está realizando uma campanha nos Estados Unidos, que presenteia os doadores com um pen drive de 2GB, o Bloodriver. O motivo da escolha desse produto é que o público alvo da campanha são os jovens. A instituição é responsável por cerca de 50% das doações anuais do país. O Bloodriver já vem com um vídeo institucional da Cruz Vermelha, mostrando a importância de ser um doador.

A ideia está dando certo e os doadores aumentaram desde o início da campanha. Porém, muitas pessoas estão criticando a ação, pois alegam que a Cruz Vermelha está estimulando as pessoas a doarem sangue pelo motivo errado, ou seja, as pessoas estão doando para serem recompensadas com o presente, e não com o pensamento de ajudar e salvar vidas.

No Brasil o problema é bem maior. Só 2% da população tem o hábito de doar sangue e, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, o mínimo deveria ser de 5%, portanto é impossível atender toda a demanda nacional. Segundo dados passados pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, a cada dois minutos uma pessoa precisa de transfusão de sangue no país, são 30 pessoas por hora e 720 por dia.

E você, o que acha dessa ação de recompensar os doadores com presentes? Será que seria uma boa alternativa a ser adotada no Brasil?

 

Foto: Reprodução.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *