Feira de Gastronomia Retrô no Estoril!
18 de junho de 2015
Teatro Celina Queiroz recebe o espetáculo “ Clássicos Populares – Uma Homenagem à Canção” no sábado (20)
18 de junho de 2015

Morreu, aos 88 anos, no início da tarde da última quarta-feira (17), o ex-deputado estadual e presidente de honra do PMDB, Paes de Andrade. Ele estava internado no Hospital Santa Lúcia, em Brasília, e veio à óbito em decorrência de falência múltipla dos órgãos. Na Assembleia Legislativa, deputados lamentaram a morte do política, que já assumiu a presidência interina da república por 12 vezes.

Deputados da Assembleia Legislativa do Ceará lamentaram a morte do ex-parlamentar. O presidente da Casa, Zezinho Albuquerque (PROS) ressaltou que Paes de Andrade foi um político que teve grande importância para a construção da democracia. “A sociedade cearense lamenta profundamente o falecimento do ex-deputado estadual, ex-presidente da Câmara dos Deputados e ex-presidente interino do Brasil Antônio Paes de Andrade. Nome de reconhecido espírito público, prestou grandes serviços ao Ceará e ao País desde a década de 1950. Sua luta pela retomada da democracia no Brasil e a trajetória que se confunde com a do próprio Poder Legislativo são dignas de reconhecimento. Que Deus dê conforto aos familiares e aos amigos neste momento difícil”, disse.

Danniel Oliveira (PMDB) classificou Paes de Andrade como Um homem sério, honrado, um grande lutador contra a ditadura, que deixa um legado a ser seguido por todos os políticos e um grande legado também para Mombaça, sua terra natal, e o povo cearense”.

Thomas Holanda (PPS) afirmou que o Brasil perde um grande homem e, acima de tudo, um sonhador. O parlamentar também ressaltou que foi Paes de Andrade que, ao assumir interinamente a Presidência da República, autorizou a construção do açude Castanhão.

paes02Outro deputado que falou sobre Paes de Andrade foi Renato Roseno (Psol). Segundo ele, o ex-parlamentar foi um dos que denunciou a ditadura, através da publicação “Itinerário da Violência”, em 1976.

Júlio César Filho (PTN) relembrou a visita histórica que Paes de Andrade fez, como Presidente da República, a Mombaça, sua terra natal. O parlamentar aproveitou para se solidarizar com a família do político morto.

Saiba Mais: quem foi Paes de Andrade?

Eleito pela primeira vez para o cargo de deputado federal, em 1963, e reeleito em 1966, pelo MDB, por causa da institucionalização do bipartidarismo, foi presidente da Câmara dos Deputados de fevereiro de 1989 a fevereiro de 1991. Como substituto constitucional do presidente José Sarney, Paes de Andrade assumiu a Presidência da República por 12 vezes durante o ano de 1989. O político cearense também assumiu a embaixada do Brasil em Portugal de 2003 a 2007.

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *