3 passos para o seu negócio ter presença digital
28 de abril de 2022
Morre Luizinho Duarte, um verdadeiro tesouro musical
28 de abril de 2022

Você sabe o que fazer para renegociar dívidas?

 Nos momentos de aperto no fluxo de caixa, o empreendedor deve analisar o cenário e até renegociar dívidas, visando a sobrevivência dos seus negócios. Mas você sabe o que fazer para renegociar dívidas? O Hype coletou informações do Sebrae para te ajudar; confira!

O primeiro passo é analisar o impacto da queda de faturamento no negócio, projetando possíveis cenários (pessimista, provável e otimista) para um período de 03 a 06 meses à frente, de maneira a reformular os processos operacionais da empresa.

  • Verificar quais custos e despesas podem ser cortados para ajustar o fluxo de caixa à nova realidade. 
  • Verificar  a possibilidade de se beneficiar das medidas do governo referentes à financiamento de folha de pagamento, redução de jornadas de trabalho, férias coletivas, entre outras. É preciso analisar bem a decisão de demitir funcionários, pois o custo de demissão pode representar uma despesa adicional nesse momento. 
  • Negociar redução, isenção ou adiamento do pagamento de aluguéis. Lembre-se que para o locador é melhor ter uma redução de receitas agora do que ficar meses com uma loja parada sem o aluguel! 
  • Avaliar a possibilidade de fazer adaptações nos processos, de maneira a manter a operação para, ao menos, cobrir os custos fixos do negócio.  

Posteriormente o empresário deve fazer uma análise do endividamento com os seus fornecedores.  Uma outra etapa, talvez a mais difícil, é renegociar dívidas com as instituições financeiras, caso a empresa tenha operações de crédito (empréstimo ou financiamento) vigentes.  

Aqueles que conhecem bem as estruturas de custos de seus negócios e fazem uma boa gestão financeira terão melhores chances de passar por qualquer período de turbulência. Nunca deixe de entender bem o seu negócio e nem desista diante dos obstáculos!

Fotos: Reprodução / Fonte: Sebrae

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *