Ginástica laboral – 5 exercícios para fazer durante o trabalho!
13 de abril de 2022
Dicas do Sebrae para planejar as finanças do seu negócio
14 de abril de 2022

Bullying na escola: professor cearense faz ação especial para defender aluna

bullying na escola

Não é difícil imagianr a dificuldade que crianças e adolescentes enfrentam quando tem alguma coisa que seja considerada diferente dos demais. E para uma jovem do município de Caucaia, no Ceará, lidar com o bullying na escola não estava sendo nada fácil. Porémela ganhou uma ajuda toda especial de um de seus professores, que acabou mudando sua vida para sempre…

Sophia é uma doce menina de 11 anos que estuda na rede particular do Parque Guadalajara, bairro de Caucaia, e está em tratamento para escoliose, uma doença que causa desvio lateral na coluna, desde 2016. Para isso, ela precisa usar uma espécie de colete. E justamente por causa disso ela vinha cofrendo com o bullying na escola por parte dos outros estudantes. Diante disso, o professor de História Deniro Machado resolveu tomar uma linda atitude.

bullying na escola

Um belo dia ele chegou na escola utilizando uma réplica do colete feita em EVA e utilizou a peça durante a aula. A ideia do educador foi prestar força e solidariedade à aluna e ajudar a combater o bullying na escola de forma geral. A atitude surpreendeu positivamente não apenas Sophia, mas sua mãe também se emocionou com a atitude de Deniro. “Do nada ele apareceu com a imitação do colete e disse que iria usar com a Sophia. Foi uma atitude muito louvável, eu gostei demais. Agora a Sophia ficou mais motivada e vai toda feliz para a escola”, afimou ela ao G1.

Professor também enfrentava bullying na escola na infância

Assimq ue soube da situação, Deniro agiu em defesa de Sophia. Ele contatou não apenas o aluno que fazia os comentários maldosos, mas também chamou os pais do estudante à escola. E, na mesma semana, ele apareceu com a réplica do colete. Segundo ele, quando criança, ele próprio sofria com as piadinhas, sendo chamado de gordo dentre outros apelidos maldosos. Então ele resolveu que não iria deixar aquela situação continuar com sua alua. “Eu sempre tive a filosofia de vida que eu quero ser o professor que eu queria ter quando aluno, um professor que lutasse por mim. […] Ser professor não é só dar aula, é se envolver com os alunos”.

Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *