Mc Ludmilla foi vítima de preconceito na internet
24 de junho de 2015
Michel Teló no The Voice pode ser realidade
24 de junho de 2015

Tendência das axilas peludas: virou moda?

Em março de 2014, algumas celebridades causaram polêmica ao assumir que não veem mal algum em não depilar as axilas. E não foi apenas uma declaração. Julia Roberts, Britney Spears, Madonna, Drew Barrymore, Beyonce, entre outras, apoiaram a tendência e foram a importantes eventos, com os braços erguidos… Uma das últimas a seguir foi a polêmica Miley Cyrus, que compareceu ao baile de gala amfAR com pelos a mais abaixo do braço.Quando questionadas, todas tiveram um posicionamento parecido: a mulher tem direito a essa liberdade. O movimento feminista defende que a mulher não tem obrigação de depilar nenhuma parte do corpo: nem axilas, nem pernas, tampouco outros locais, pois a depilação seria uma imposição estética a qual o sexo feminino não deve se submeter (embora também existam feministas que o façam).

De tanta discussão, com inúmeras famosas envolvidas, fica a pergunta: vai virar tendência? A atriz Jemima Kirke, de “Girls”, compareceu ao CFDA Fashion Awards, no início do mês, e exibiu orgulhosamente as axilas peludas. Ela já havia se pronunciado como feminista e o visual a acompanha até em ensaios fotográficos! #HatersGonnaHate

tendencia-axilas-peludas2

Jemima Kirke no Instagram

Apesar de em alguns lugares, a “tendência” ser vista com maus olhos, no oriente, a coisa é bem diferente. Na China, por exemplo, existe um movimento, organizado pela feminista Xiao Meili, que até premia as axilas mais cabeludas! Os prêmios? Camisinhas, vibradores… E por aí vai! A chinesa defende que o dono do corpo tem total controle sobre ele, para fazer o que bem entender!

Enquanto alguns repudiam, outros aplaudem a tendência das axilas peludas. No instagram, existe a @pitangels, uma conta que coleciona registros de mulheres que exibem suas axilas com pelos, naturais ou tingidos. É, a moda de pintar existe também! O mesmo vale para o tumblr, “Hairy Legs Club” (clube das pernas peludas) que posta fotos e depoimentos de mulheres que não tem o hábito de se depilar.

Acima da estética e dos preconceitos, é importante lembrar que as mulheres são um exemplo diário de luta por seus direitos. É clichê, mas não deixa de ser verdade. É fundamental sentir-se bonita e confortável, independente das preferências predeterminadas pela sociedade, não concordam?

 

Fotos: Ben Hopper/Instagram/Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *